Ainda saboreando o clima da conquista inédita da Copa do Brasil, o Athletico volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro neste domingo (29), às 19h, na Arena da Baixada, diante da Chapecoense. Depois de golear o Fortaleza por 4×1, nesta quinta-feira (26), o Furacão deve manter a equipe para emplacar a segunda vitória seguida na competição nacional diante do lanterna do torneio.

Para enfrentar a Chapecoense, o técnico Tiago Nunes não deve ter novamente o zagueiro Pedro Henrique, machucado. Assim, o jovem zagueiro Lucas Halter deve ser mantido entre os titulares e formar dupla mais uma vez com Léo Pereira. Isto porque o zagueiro Robson Bambu, titular e destaque na decisão da Copa do Brasil, também segue vetado pelo departamento médico.

+ Leia mais: Agüero diz que quer jogar no Athletico e vídeo viraliza

Pela sequência de jogos, não está descartada outras mudanças. Márcio Azevedo, poupado diante do Vasco, voltou a ser titular contra o Fortaleza. Se mantiver o rodízio, o jovem lateral-esquerdo Abner Vinicius pode ganhar novamente uma chance. Na direita, Mádson, com mais uma boa apresentação, deve ser mantido.

O meio de campo do Athletico não deve sofrer modificações. Os volantes Wellington e Bruno Guimarães, além do meia Léo Cittadini, devem ser titulares mais uma vez. Na frente, Thonny Anderson até poderia ganhar uma nova chance, mas tomou o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Rony, Nikão e Marco Ruben devem ser titulares. Mas pelo desgaste físico, Marcelo Cirino e até mesmo Braian Romero podem ser as surpresas na escalação.

+ Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

Mas independentemente do time que vai entrar em campo e de já ter a vaga na Libertadores do ano que vem garantido, o Athletico vai buscar o maior número de pontos na sequência do Brasileirão. “A conquista não foi o fim. Foi um meio de visibilidade, conhecimento e que as pessoas entendam que a gente tem potencial e merece ser respeitado. Os atletas carregam no peito o símbolo de campeão da Copa do Brasil e traz uma responsabilidade de tentar jogar bem. Título não foi uma coincidência, nós nos esforçamos, vencemos grandes adversários e queremos manter essa rotina até o final do adversário”, afirmou o técnico Tiago Nunes.

Assim, o provável Athletico para enfrentar a Chapecoense deve ter: Santos; Mádson, Lucas Halter, Léo Pereira e Márcio Azevedo (Abner Vinicius); Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Rony, Nikão (Marcelo Cirino) e Marco Ruben (Braian Romero).

Viu essas?

+ Quadro de saúde de Petraglia piora e dirigente é transferido pra São Paulo

+ Tiago Nunes diz ter “vergonha alheia” de arbitragens gaúchas