O Athletico terá um tempo extra para se dedicar ao Campeonato Brasileiro, algo raro de acontecer desde o início desta temporada. Isso porque a equipe só entrará em campo pela outra competição que tem pela frente, a Copa do Brasil, no dia 4 de setembro. Esta será a oportunidade ideal para que o Furacão reúna forças para somar pontos importantes e subir na tabela de classificação.

Vindo de uma vitória por 1×0 em cima do Atlético-MG no último sábado (17), o Furacão deve aproveitar o momento para embalar na disputa. O time chegou a estar na metade de baixo da tabela, na 12ª posição durante algumas rodadas alternadas, mas agora é o oitavo com 22 pontos. O momento complicado na disputa nacional aconteceu, inevitavelmente, por consequência do calendário do time.

+ Leia mais: Adriano estreia pelo Athletico e fala sobre o Coritiba

O ano de 2019 começou com muitos desafios para o Athletico, já que, com a conquista da Sul-Americana, o calendário do time ficou cheio. Uma temporada digna de clubes de alto nível, mas que também se mostrou desafiadora, já que o clube teria que dar conta de várias competições. O time principal do Rubro-Negro, neste ano, fez até aqui oito jogos pela Copa Libertadores, 14 pela Série A, cinco pela Copa do Brasil, dois pela Recopa Sul-Americana, e um no Japão pela Levain Cup. Tudo isso em um calendário que iniciou oficialmente no dia 5 de março, na derrota por 1×0, diante do Tolima pelo primeiro jogo da fase de grupo da Libertadores.

E foi por conta da necessidade de estar em alto nível em competições importantes que, muitas vezes, o técnico Tiago Nunes precisou escolher campeonatos e optou por entrar no Brasileirão com times alternativos, o que aconteceu, por exemplo, na derrota por 2×0 para o Corinthians e 3×2 para o Flamengo, respectivamente, nas rodada 5 e 6. Em outros jogos importantes os reservas também foram acionados.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

O Athletico volta a campo pelo Brasileiro amanhã, diante do São Paulo, na Arena da Baixada, pela 13ª rodada. Esse jogo estava em atraso por conta da viagem do Athletico ao Japão. Depois de colocar em dia o duelo com o tricolor paulista, o Rubro-Negro ainda tem pelo Brasileiro um compromisso com o Grêmio no dia 24 e um confronto com o Ceará no dia 31. Depois disso, o foco será reverter o 2×0 do jogo de ida da semifinal contra o tricolor gaúcho.

E foi apostando no poder de reação de seu time, sobretudo em buscar as primeiras colocações no Brasileirão, que o técnico Tiago Nunes acredita que o Athletico pode mostrar muito mais. O triunfo diante do Galo, para ele, demonstrou que sua equipe tem potencial de ir longe. “Enfrentar um time da envergadura do Atlético-MG e vencer é prova que a gente tem capacidade de jogar com os melhores times do Brasil em igualdade e fazer bons jogos”, arrematou.