Ativo no mercado, Athletico acertou o empréstimo do meia-atacante Ravanelli, do Akhmat Grozny, da Rússia. A notícia foi divulgada pelo jornalista Jorge Nicola e confirmada pela reportagem. A janela internacional de transferências fechou nessa segunda-feira (10).

Revelado pela Ponte Preta, Ravanelli tem 22 anos e estava no futebol russo desde junho de 2017, quando foi negociado por R$ 2,9 milhões (60% dos direitos econômicos) com o time da região da Chechênia. Na temporada 2018/2019, quando marcou quatro gols e deu sete assistências em 16 jogos, ele fez parte da seleção do campeonato.

Em maio de 2019, no entanto, a quatro partidas do fim da temporada, Ravanelli sofreu uma grave lesão e rompeu ligamentos do joelho direito. Ele só voltou a jogar em fevereiro de 2020 e, desde então, fez cinco partidas – com dois gols marcados. A última foi em 4 de julho.

O meia normalmente joga como armador central, mas também pode atuar pela ponta direita. Seu nome é uma homenagem dos pais ao italiano Fabrizio Ravanelli, atacante da seleção italiana nos anos 90.

Punido, Athletico contrata série de reforços

Em julho, o Furacão foi punido pela Fifa com duas janelas de transferências consecutivas sem poder contratar por causa da contratação do atacante Rony. A CBF, porém, teve dúvidas em como aplicar a pena e recorreu à Fifa, que ainda não respondeu. Ou seja, por enquanto o clube ainda pode reforçar seu elenco.

A expectativa é de que o Rubro-Negro cumpra a punição a partir da próxima janela de transferência internacional, entre 9 de outubro até 9 de novembro. Desde que foi punido, o clube já contratou o zagueiro Pedro Henrique, os volantes Richard e Jaime Alvarado e o atacante Geuvânio.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico anuncia a contratação de Pedrinho em definitivo
+ Athletico estuda transmitir jogo contra o Goiás por conta própria
+ Athletico testou novas caras e resposta foi positiva contra o Fortaleza


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?