O Cruzeiro vem para o jogo contra o Athletico com grande motivação para vencer. A Raposa precisa muito dos três pontos para se afastar o máximo possível da zona de rebaixamento. Com 33 pontos e na 16ª colocação, o time mineiro vem em uma reabilitação no Campeonato Brasileiro e aposta em manter essa crescente diante do Rubro-Negro. A partida, válida pela 31ª rodada da competição, acontece nesta quarta-feira (06), a partir das 21h30, na Arena da Baixada.

Em crise fora e dentro de campo, o ano de 2019 do Cruzeiro não tem sido dos melhores. Em todo o Brasileirão desta temporada, o time esteve entre os dez primeiros da tabela em apenas uma única rodada, a terceira, quando se garantiu em sétimo. Nos demais momentos da disputa, a equipe figurou sempre na metade de baixo. Pra piorar, a presença entre os ameaçados de rebaixamento foi constante. Foram 14 rodadas do time na área do descenso.

+ Podcast De Letra fala sobre experiências curiosas em estádios

Tentando salvar o time da degola, Abel Braga foi chamado para a reta final da competição. Em nove jogos, o comandante acumula apenas uma derrota, que aconteceu em sua estreia, por 1×0 para o Goiás, no dia 30 de setembro. Depois disso, foram cinco empates e três vitórias, que fizeram o time sair, mesmo que provisoriamente, da área crítica.

O atacante Sassá, que tem ganhado espaço com Abel e está confirmado entre os titulares, destacou o bom trabalho do treinador. Na opinião do jogador, o fator motivacional que o técnico tem sobre seus atletas está fazendo o time reagir na disputa, fazendo toda a diferença para a reação cruzeirense.

+ Confira também: Tiago Nunes nega acerto com o Corinthians e revela desgaste no Athletico

“O Abel foi fundamental aqui para todos, principalmente para aqueles que não estavam sendo aproveitados. É um cara, que desde que chegou, tem me jogado para cima, me dado moral e isso para mim, na verdade para todo o grupo, tem sido muito importante”, falou.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Agora o foco é ‘salvar a pele’ da equipe para que o ano não termine ainda mais desastroso. Para isso, uma vitória diante do Athletico é essencial. O Furacão tem 46 pontos e é o atual sexto colocado na tabela. O time paranaense será comandado por Eduardo Barros, técnico interino, já que Tiago Nunes deixou o clube para assinar contrato com o Corinthians.