A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sugeriu na última terça-feira, em reunião com clubes por videoconferência, que os estaduais retornem já na metade do próximo mês.

No entanto, a volta do futebol no Brasil ainda depende do aval dos órgãos de saúde. Com isso, a situação segue em análise. Para o técnico Dorival Júnior, do Athletico, é cedo para se falar em retorno.

“Nós não sabemos como chegarão os atletas ao clube. Sabemos que estão se cuidando, mas não será o ideal que queremos. Pra nós, está tudo um pouco confuso. Estamos no aguardo de algumas definições. Quem define isso precisa ter responsabilidade em um momento como esse”, disse o treinador, em entrevista à Rádio Banda B.

Sem previsão da volta da Libertadores, o treinador já garantiu que o Campeonato Paranaense será a prioridade. Com isso, o time principal é que deverá entrar em campo nas quartas de final do Estadual.

“Seria o ideal nós contarmos com força máxima, em razão de tudo que aconteceu. O Athletico fez uma primeira fase muito boa, apenas o último resultado não foi a contento. O time manteve a mesma proposta dos últimos anos, aguardando pelo aparecimento de alguns nomes. Os garotos aproveitaram a oportunidade. Agora é pensarmos seriamente nestes momentos finais do Paranaense”, destacou o comandante.

Com apenas cinco reforços confirmados para a temporada 2020, Dorival aposta na base que está no CT do Caju para conseguir seus objetivos no ano. “Eu nunca me preocupei muito com contratações em nenhum dos clubes que passei. Eu procuro valorizar quem está no grupo. É natural conversar sobre um nome ou outro. Mas, a minha maior preocupação é deixar quem está no elenco dentro das melhores condições”, frisou.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico libera quatro jogadores do time de aspirantes
+ Athletico tem interesse em lateral-direito do Botafogo
+ Veja o último gol do Athletico no Paranaense


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?