Acabou a espera. Quase um mês depois de ter feito seu último jogo oficial, o Athletico começa a decidir hoje, às 21h30, diante do Flamengo, na Arena da Baixada, uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. O Furacão sabe da importância de conseguir um grande resultado nesse primeiro jogo das quartas de final da competição, já que o time, neste ano, tem apresentado dificuldades visíveis quando joga fora de casa. A partida terá transmissão da RPC e do SporTV.

+ Leia mais: Furacão tem dúvidas na frente e atrás pra encarar o Fla

O Furacão ainda não venceu atuando como visitante na temporada de 2019. Com apenas uma derrota em jogos oficiais dentro da Arena da Baixada na temporada de 2019, o Athletico, mais do que nunca, precisa fazer valer a força do Caldeirão para conseguir uma boa vantagem para a partida de volta, na semana que vem, no Maracanã. É isso que o Furacão vai tentar fazer.

Para construir a vantagem, o time vai pra cima desde o começo. “O Flamengo sabe da nossa qualidade e da força do nosso torcedor. Mas mesmo nos respeitando, eles vão tentar jogar. Temos que impor o nosso ritmo e fazer valer o mando de campo. É decisão. Não é uma final, mas os dois jogos valem uma classificação. A nossa equipe precisa estar preparada e fazer um grande jogo em casa”, apontou o atacante Marcelo Cirino.

+ Veja ainda: Athletico acerta com lateral-direito do futebol português

Dentro de campo, o técnico Tiago Nunes terá alguns desafios. Nas últimas semanas, o treinador perdeu peças importantes. Primeiro, o zagueiro Thiago Heleno e o volante Camacho, que foram pegos no doping e estão suspensos. Na sequência, o zagueiro Paulo André se aposentou e o lateral-esquerdo Renan Lodi, peça chave do Athletico, foi negociado com o Atlético de Madrid.

Assim, o treinador terá que achar novos meios para que o time não sinta tanto a falta de Renan Lodi, especialmente em termos ofensivos. “Temos que criar uma nova estrutura, tentar criar meios coletivos de compensar a saída do Renan (Lodi), se enquadrando nas características dos jogadores à disposição”, cravou.

+ Também na Tribuna: Ex-goleiro do Furacão é o novo reforço do Barcelona

Mas, independentemente de quem vai estar em campo, o Athletico, segundo o lateral-direito Jonathan, terá que entrar com um espírito diferente para enfrentar o Flamengo, com máxima concentração para não colocar a classificação para a semifinal da Copa do Brasil em risco.

“Este tipo de competição é diferente, porque as duas equipes entram muito motivadas, buscando o ataque. É o time que está mais concentrado, que erra mesmo. São em pequenos pontos que se dá um classificado. Temos que colocar tudo em prática desde o primeiro minuto”, reforçou o lateral.

Para encarar o Flamengo, o técnico Tiago Nunes tem algumas dúvidas. Na defesa, o zagueiro Lucas Halter, recuperado de uma lesão na coxa, ainda é dúvida, mas deve ter condições de atuar. Sem ter mais opções para a posição, Márcio Azevedo será o substituto de Renan Lodi na lateral-esquerda atleticana.

+ Grana: Athletico terá visibilidade e grana com Copa do Brasil e Libertadores

No meio de campo, os volantes Wellington e Bruno Guimarães estão confirmados. Se optar por uma formação mais ofensiva, o meia-atacante Nikão pode atuar mais recuado na função de armador. Caso contrário, Lucho González deve ser mantido entre os titulares e, assim, Nikão jogaria mais na frente, como um dos homens de ataque.

O atacante Marcelo Cirino corre por fora na briga por uma vaga entre os titulares. O jogador pode entrar na vaga de Nikão, que pode ser negociado a qualquer momento com o futebol árabe. Já caso o camisa 11 atue mais recuado na armação das jogadas, Cirino deve formar o trio ofensivo ao lado de Marco Ruben e Rony.

COPA DO BRASIL
Quartas de final – Ida

Athletico x Flamengo

Athletico
Santos; Jonathan, Léo Pereira, Lucas Halter (Robson Bambu) e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Lucho González (Marcelo Cirino); Rony, Marco Ruben e Nikão (Marcelo Cirino).
Técnico: Tiago Nunes

Flamengo
Diego Alves, Rafinha, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Diego, Vitinho e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol.
Técnico: Jorge Jesus

Local: Arena da Baixada
Horário: 21h30
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Leirson Peng Martins (RS)
VAR: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!