A Justiça autorizou, em segunda instância, a transmissão da partida entre Athletico e Goiás, nesta quarta-feira (12), a partir de 19h15, na Arena da Baixada, pela segunda rodada do Brasileirão. No início da tarde, a diretoria do Furacão havia entrado com um mandado de segurança para exibir o duelo em sua plataforma própria, a Furacão Play.

A decisão do desembargador Leonel Cunha atendeu o pedido atleticano. Na terça-feira (11), a liminar que dava direito ao clube realizar as transmissões de seus jogos na Arena da Baixada foi cassada. O pedido havia sido conquistado, na semana passada, por um grupo de torcedores ligado ao presidente Mario Celso Petraglia. A multa por descumprimento era de R$ 2 milhões.

O Athletico é o único time da Série A que não negociou os direitos de pay-per-view (PPV) com a Globo, dona do canal Premiere. A partir da edição da MP 984, que concede aos clubes mandantes o direitos de decidir sobre as transmissões de um evento esportivo, o Rubro-Negro pretendia exibir seus 19 jogos em casa na competição.

+ Acompanhe o duelo no Tempo Real da Tribuna!

A Globo contestou judicialmente, já que tem direitos exclusivos sobre o Goiás, mas acabou derrotada desta vez.

No mandado de segurança, o clube ressaltou que já tinha vendido 169 assinaturas do Furacão Play após o anúncio do pacote com os valores. A previsão feita é de receita de mais de R$ 150 mil para o jogo contra o Goiás e quase R$ 1 milhão até o final do campeonato.

+ Mais do Furacão:

+ Globo ganha liminar na Justiça e impede Turner de transmitir jogos


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?