Porto Alegre – A turma do amendoim pode ser o grande terror para a maioria dos técnicos do futebol brasileiro. Não para Tiago Nunes. O treinador, que tem colecionado grandes feitos no comando do Athletico, tem feito desses torcedores ‘corneteiros’ que ficam atrás do banco de reservas uma espécie de parceria nos jogos realizados na Arena da Baixada.

O grupo confeccionou uma faixa que fez parte de uma promessa se o Furacão chegasse à decisão da Copa do Brasil e alguns deles estarão presentes na finalíssima da competição nacional diante do Internacional, nesta quarta-feira (18), às 21h30, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

“Eu percebo o carinho do torcedor quando vejo a turma do amendoim fazendo uma faixa escrita turma do amendoim. Virou uma brincadeira, um negócio legal. Virou uma empatia. Eles continuam ali dando os conselhos de sempre e virou quase uma parceria”, comentou o comandante atleticano.

Faixa faz parte da promessa de um grupo de torcedores. Foto: Arquivo Pessoal
Faixa faz parte da promessa de um grupo de torcedores. Foto: Arquivo Pessoal

William Melo Cichon, professor de educação física, foi um dos idealizadores dessa ideia. Ele encabeça o grupo dessa ‘turma do amendoim do bem’ do Athletico. Tudo começou em abril, na vitória sobre o Deportes Tolima por 1×0, pela Libertadores, na Arena da Baixada.

“Tinham alguns torcedores que estavam cornetando. Sempre tem aqueles mais chatos. A gente estava defendendo o time. Ele fez uma mudança, conseguimos a vitória e na entrevista ele já citou a turma do amendoim”, comentou o torcedor.

Sobre a parceria com o treinador, ele garante que a pegada é incentivar. “Todo pitaco é dado em prol do Athletico. Somos todos torcedores, sócios e seguimos o Athletico em vários lugares. Sempre agimos em prol do Athletico. Quando tem alguns torcedores que criticam, já que as vaias são normais, a gente defende. É uma parceria sadia”, emendou.

Promessa

A partir daí, a brincadeira ficou séria. Esses torcedores atleticanos criaram um grupo no WhatsApp. A localização na Arena da Baixada é atrás do banco do Furacão. Eles acabam blindando o time atleticano de vaias e xingamentos de outros torcedores e, assim, ganharam o respeito de Tiago Nunes. Até que veio a promessa no duelo da volta da semifinal da Copa do Brasil diante do Grêmio, no Joaquim Américo.

“O Tiago Nunes nos cumprimentou. O contato com ele foi amigável. No jogo contra o Grêmio, que teve o placar de 2×0, fizemos uma promessa que se o Athletico classificasse iríamos fazer essa faixa em homenagem ao Tiago Nunes. Deu tudo certo, fizemos a faixa e já levamos no primeiro jogo da final contra o Internacional. Ele olhou, deu risada e até brincou. É uma brincadeira sadia”, reforçou Cichon.

A faixa pode ser simples, mas representa muito o sentimento e a gratidão que o torcedor do Rubro-Negro tem pelo técnico. “Ele hoje é um ídolo. O Geninho é um excelente técnico, conquistou o título brasileiro, mas o Tiago Nunes é o maior treinador, o maior professor. É um cara que tem relação com a família, com os jogadores, com a torcida. Ele é o cara. Vejo ele como um ídolo mesmo e se eu tivesse o poder do Petraglia, eu faria um contrato vitalício com ele no Athletico”, finalizou o torcedor.

Tudo sobre a final da Copa do Brasil!

+ Está em Porto Alegre? Confira um guia da cidade!
+ Mau tempo em Porto Alegre atrapalhou os planos do Athletico
+ D’Alessandro é dúvida no Internacional pra grande final
+ Athletico embarca apoiado pela sua torcida
+ Imprensa gaúcha ressalta força do Inter no Beira-Rio em mata-matas
+ Furacão teve diversas lições em 2019 pra chegar focado na final
+ Athletico vai pra Porto Alegre com fome de título
+ Árbitro que prejudicou o Coritiba em 2012 apitará a grande final
+ Petraglia é operado às pressas e está na UTI