Um dos principais jogadores do Athletico em 2019, o zagueiro Léo Pereira comemorou a boa temporada que teve. Depois de ter conquistado a posição no time titular em 2018, ele se manteve absoluto na equipe e virou um dos pilares da defesa do Furacão.

Ao longo do ano, com a suspensão de Thiago Heleno e a aposentadoria de Paulo André, o atleta virou quase um ‘intocável’ no time, vendo os outros jogadores da posição no elenco, casos de Robson Bambu e Lucas Halter, disputarem a posição ao lado dele.

No total, foram 47 jogos, todos como titular, e três gols, além das conquistas da Copa do Brasil e da Levain Cup. Até por isso, 2019 foi inesquecível.

+ No podcast especial de Natal, a mente inquieta de Tusquinha

“O melhor ano da minha carreira e o da minha vida. Além dos títulos, fui abençoado com o nascimento da minha filha. Tive uma sequência muito boa, pude fazer bons jogos e ajudei o Athletico nos objetivos da temporada. Espero poder repetir isso em 2020 e que as coisas continuem acontecendo para nós”, destacou Léo Pereira.

“Para o clube também acredito que tenha sido um grande ano, até pela conquista inédita da Copa do Brasil, o bom futebol apresentado. Fico feliz de poder fazer parte disso, de ter escrito o nome na história do clube. Que essa história não termine por aqui, e que tenham muitos capítulos pela frente”, acrescentou.

Além das conquistas em campo, Léo Pereira também comemorou o nascimento da filha em 2019. Foto: Albari Rosa/Arquivo

As boas atuações chamaram a atenção. No início do ano o zagueiro já havia sido sondado pelo Flamengo. Depois veio o interesse do futebol europeu, com o nome do jogador especulado na Inter Milão e Roma, da Itália, Lyon, da França, e Porto, de Portugal. Na época, o Athletico pediu 15 milhões de euros (cerca de R$ 65 milhões) para liberá-lo, mas as negociações não se concretizaram.

E a tendência é que ele fique no Furacão em 2020. Pelo menos que inicie a temporada por aqui. Tanto que o defensor já projeta como será a próxima temporada, que terá em disputa a Supercopa do Brasil, Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

“Para 2020 vamos buscar evoluir ainda mais, seguir na disputa e na busca pelos títulos, continuar demonstrando um bom futebol e cada vez mais deixar o Athletico em evidência. Os objetivos são esses”, finalizou.

+ Mais do Furacão:

+ Retrospectiva 2019: As dez matérias mais lidas do Athletico
+ Felipe Vizeu entra na mira do Athletico pra 2020
+ Supercopa entre Athletico e Flamengo tem data e premiação definidas