O Athletico parece ter levado mais um não de um candidato a técnico do time principal. Depois de Rogério Ceni, que optou por permanecer no Fortaleza, agora foi a vez de Miguel Àngel Ramírez recusar a oferta do Furacão.

Segundo a imprensa do Equador, o comandante de 35 anos preferiu seguir no Independiente del Valle, time que levou à conquista da Copa Sul-Americana e que no ano que vem disputará a Libertadores e a Recopa Sul-Americana.

Diante de maiores dificuldades nestes torneios, o espanhol exigiu que a diretoria reforçasse o elenco para 2020 e o pedido foi aceito. Com isso, ele encerrou as conversas com outros clubes, entre eles o Rubro-Negro, e ficará no del Valle.

https://twitter.com/radio_sucre700/status/1208503010063728641

Desta forma, o Athletico segue sem um treinador definido para a próxima temporada. Na semana passada, antes do sorteio dos grupos da Libertadores, o diretor geral de futebol do Furacão, Paulo André, havia informado que até o final desta semana, no mais tardar no começo da próxima, tudo estaria definido e que estava nas mãos do presidente Mario Celso Petraglia a escolha do treinador.

Agora, a lista tem um candidato a menos e, dos nomes especulados, o único que segue sem emprego é o também espanhol Domenèc Torrent, ex-auxiliar-técnico de Pep Guardiola. No entanto, a pedida salarial dele está acima do que o clube quer arcar.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico já viu 11 jogadores deixarem o clube ao término da temporada
+ Nikão segue na mira do Corinthians e do técnico Tiago Nunes