O Athletico começa nesta terça-feira (3) a escrever sua história na Libertadores 2020. Às 21h30, o Furacão recebe o Peñarol, do Uruguai, pela abertura do Grupo C da competição continental na Arena da Baixada.

Com o desmonte do time campeão da Copa do Brasil no ano passado, o Rubro-Negro vai ter que, ao decorrer dos jogos, ir encontrando a equipe ideal. Este será o primeiro teste “pra valer” dos comandados por Dorival Júnior.

Esta será a sétima participação do Athletico na disputa. Anteriormente, o clube entrou em campo nos anos 2000, 2002, 2005 (quando foi vice-campeão), 2014, 2017 e 2019. Em 56 partidas somadas, foram 26 vitórias, oito empates e 22 derrotas, com 82 gols marcados e 79 sofridos.

Ao contrários dos oponentes do grupo, o time principal atleticano ainda não tem sequência de jogos. Enquanto os adversários estão em plena temporada, já iniciada em 2019, o Furacão entrou em campo poucas vezes até aqui.

Foram dois jogos pelo Torneio de Verão, na Argentina, com um empate e uma derrota, um triunfo no amistoso com o sub-23 do Grêmio, e duas partidas no Campeonato Paranaense: um empate em 1×1 com o Paraná Clube e uma goleada de 5×1 diante do Cascavel CR.

Porém, todos esses compromissos foram considerados testes. Agora, pela primeira vez no ano, o Rubro-Negro entrará em campo com o peso de saber que precisa desde já pontuar para seguir adiante na Libertadores. Serão dois classificados para as oitavas de final.

A principal ausência para a estreia é o goleiro Santos, que se submeteu a uma artroscopia e ficará de fora da fase de grupos. Jandrei, que já disputou a competição pela Chapecoense, em 2018, será o substituto.

Fora o arqueiro, o Athletico vai precisar se superar para dar conta de jogar sem o time base de 2019. Apenas alguns dos atletas que deixaram o Furacão e mexeram com a ‘espinha dorsal’ do time, por exemplo, foram os atacantes Marco Ruben e Rony, o volante Bruno Guimarães o zagueiro Léo Pereira.

Em entrevista coletiva após o 5×1 pelo Paranaense, Dorival Júnior chegou a falar que contava com alguns desses atletas para a temporada e que isso tem dificultado seu trabalho. Para a estreia contra “Los Carboneros”, o treinador deve escolher os mesmos titulares que conseguiram o placar elástico no Estadual.

Ingressos

*Devido ao regulamento, não haverá venda nas bilheterias no dia do jogo.
Site tickets.athletico.com.br: até o horário da partida;
Cadastramento biométrico: das 10h até o início do jogo

Onde assistir

O duelo terá transmissão exclusiva do canal Fox Sports e também no Tempo Real da Tribuna!

Ficha técnica

LIBERTADORES
Grupo C – 1ª rodada
Athletico x Peñarol-URU


Athletico: Jandrei; Adriano, Robson Bambu, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Wellington, Erick e Léo Cittadini; Nikão, Carlos Eduardo e Guilherme Bissoli.
Técnico: Dorival Júnior

Peñarol: Kewin Dawson; Giovanni Gonzalez, Gary Kagelmacher, Rodrigo Abascal e Gabriel Rojas; Jesús Trindade, Krisztián Vadócz, Matías De los Santos e Facundo Pellistri; David Terans e Xisco Jiménez.
Técnico: Diego Forlán

Horário: 21h30
Local: Arena da Baixada
Árbitro: Eber Aquino (PAR)
Assistentes: Dario Gaona (PAR) e Roberto Cañete (PAR)

+ Mais do Furacão:

+ Athletico ofereceu R$ 5 milhões por revelação do Grêmio, que não aceita
+ Aspirantes do Athletico tem destaques e vai dando opções para o time principal
+ Jajá ganha elogios após boa atuação e vive “dilema” no Athletico