Athletico estreou com derrota na Copa Libertadores 2019. Diante do Deportes Tolima, da Colômbia, o primeiro jogo oficial da equipe principal do Furacão na temporada não terminou bem. Na noite desta terça-feira (5), no estádio Manuel Murillo Toro, que fica na cidade de Ibagué, o Rubro-Negro não conseguiu conter o ímpeto dos donos da casa e perdeu por 1×0. Com Zé Ivaldo improvisado na lateral-direita por conta da lesão precoce de Madson na partida, o time atleticano sofreu o gol de Banguero, aos 30 minutos do primeiro tempo, e viu Los Piajos comemorarem a primeira vitória na competição.

+ Tempo Real: Veja como foi o jogo no nosso Lance a Lance!

Mesmo com o resultado, o Furacão tem tempo para organizar a casa para encarar os dois jogos restantes da primeira rodada e os três da volta no grupo G da Libertadores. A classificação para a próxima fase ainda é possível de ser alcançada. O próximo compromisso é diante do Jorge Wilstermann, da Bolívia, na quinta-feira da próxima semana (14), e depois encara o Boca Juniors no dia 2 de abril. Os dois jogos serão na Arena da Baixada. Os dois times empataram nesta terça em 0x0, em Cochabamba.

Com um jogo truncado nos minutos iniciais, parecia que o placar estava totalmente aberto. Porém, ainda no início da partida, aos 11 minutos, Madson sentiu a virilha e precisou deixar o campo. Em seu lugar entrou José Ivaldo, zagueiro que somente teve a oportunidade de ir com a delegação à Colômbia porque o titular da lateral-direita Jonathan está lesionado.

A improvisação prejudicou o Rubro-Negro, que passou a oferecer facilidade para o Tolima avançar à sua área explorando aquela ala. Gostando do jogo, Los Piajos começaram a representar perigo.

Bruno Guimarães tentou criar jogadas para o Furacão. Foto: Jonathan Campos
Bruno Guimarães tentou criar jogadas para o Furacão. Foto: Jonathan Campos

Aos 30 minutos, Luis González cobrou falta e mandou a bola direto na área. Depois de desvio, Santos espalmou, mas no rebote, Banguero chutou firme e abriu o placar para os donos da casa. Após sofrer o gol, o Rubro-Negro não conseguiu produzir e ficou apenas se defendendo até o final do primeiro tempo.

Na volta para a segunda etapa, faltou muito pouco para o Furacão igualar o placar com um gol contra do Tolima. Aos 2 minutos, após cruzamento de Rony, Marco Ruben dividiu a bola com o goleiro Montero. A bola acabou batendo sem querer em Quiñones e quase entrou, mas bateu na trave e saiu.

Porém, o lance não representou o restante da partida. Pressionado, o time atleticano se limitou a defender e contar com a sorte. Os colombianos chegavam com facilidade e só não ampliou pela falta de pontaria de seus atacantes. O técnico Tiago Nunes até tentou colocar o time pra cima, tirando Camacho e colocando Marcelo Cirino, mas ainda assim o Furacão não conseguiu se impor. Braian Romero também entrou, e Rony teve chance no finalzinho da partida, mas o empate não veio.

O primeiro teste do Rubro-Negro no ano, depois de dois meses de preparação, mostrou que será necessário fazer ajustes para que a equipe volte ao alto nível que encerrou a temporada 2018.

FICHA TÉCNICA

LIBERTADORES
Grupo G – 1ª Rodada

Deportes Tolima 1×0 Athletico

Tolima
Montero; Arboleda, Quiñonez, Mostacilla e Banguero; Robles, Carrascal (Gordillo), Vásques e Luis González (Balanta); Albornoz (Castro) e Marco Pérez.
Técnico: Alberto Gamero

Athletico
Santos; Madson (Zé Ivaldo), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Camacho (Marcelo), Bruno Guimarães e Tomás Andrade; Rony, Nikão (Braian Romero) e Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes

Local: Manuel Murillo Toro (Ibagué-COL)
Árbitro: Piero Maza (Fifa-CHI)
Assistentes: Raul Orellan (Fifa-CHI) e Edson Cisternas (Fifa-CHI)
Gol: Banguero 30 do 1º
Cartões amarelos: Robles, Arboleda (TOL); Léo Pereira, Thiago Heleno (CAP)
Público total: 10.148
Renda: não divulgada

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!