O Athletico até conseguiu segurar o ímpeto do líder do Brasileirão, Palmeiras, na tarde deste sábado (8), no Allianz Parque. No entanto, a resistência acabou aos 35 do segundo tempo, quando o Furacão sofreu o castigo e o placar de 1×0 foi consolidado.

+ Confira como foi o jogo no lance a lance

Com a responsabilidade de estar no topo da tabela e jogar em casa, o Palmeiras apareceu primeiro, na tentativa de Dudu, mas a bola passou ao lado da meta de Santos. A resposta do Furacão veio aos 12, quando Nikão chutou um petardo numa cobrança de falta e fez o ex-atleticano Weverton operar um milagre.

Apesar do poderio do adversário, o Furacão até que se postava bem, dando dificuldade pra chegada do Verdão. Coeso na marcação e se aproveitando especialmente dos contra-ataques, o time de Tiago Nunes fazia uma boa partida.

+ Confira a classificação do Brasileirão

No entanto, aos 37, o Furacão tomou um grande susto. Depois de um choque com o ex-atleticano Weverton, Nikão, o melhor em campo até então, recebeu o cartão vermelho. Depois de muita reclamação dos rubro-negros, o árbitro Rodrigo D`Alonso pediu auxílio do VAR. Após a análise, ele voltou atrás e mostrou o amarelo.

Com as ações equilibradas, o Furacão perdeu uma boa oportunidade quando Rony foi lançado por Bruno Guimarães. Mas na hora de finalizar, o atleticano foi travado, em cima do lance.

A segunda etapa começou quente. Logo aos oito minutos, o Palmeira fez jogada de velocidade e a bola foi alçada na área, Deyverson não alcançou e a bola sobrou pra Zé Rafael, que perdeu um gol incrível, na cara de Santos. Depois, foi a vez de Lucas Lima mandar por cima da meta.

Aos 24, o Palmeiras reclamou toque de mão de Paulo André na área. Mas tanto o árbitro, quanto o árbitro de vídeo confirmaram que não houve infração. Mas, de tanto insistir, o Porco ganhou uma chance de ouro aos 32 minutos. Márcio Azevedo chegou atrasado no lance e derrubou Dudu na área. Na cobrança, o ex-atleticano Raphael Veiga converteu.

Atrás no placar, o técnico Tiago Nunes optou por colocar Bruno Nazário, com sangue novo, em campo. No entanto, foi o Verdão que deu o último susto. Aos 44, Dudu ajeitou pra Raphael Veiga, que chutou firme, mas Santos segurou.

 

Ficha Técnica

Brasileirão
1º Turno – 8ª Rodada

Palmeiras 1×0 Athletico

Palmeiras
Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Moisés), Lucas Lima (Raphael Veiga) e Zé Rafael; Dudu e Deyverson.
Técnico: Felipão

Athletico
Santos; Madson, Paulo André, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Nikão, Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Rony e Thonny Anderson (Marcelo Cirino).
Técnico: Tiago Nunes

Local: Allianz Parque
Árbitro: Rodrigo D`Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Gols: Raphael Veiga, 36 do 2º.
Cartões amarelos: Léo Pereira, Wellington, Nikão, Márcio Azevedo (CAP); Felipe Melo, Zé Rafael (PAL)

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!