A vitória do Athletico por 3×0 em cima do Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, reascendeu o espírito de um jogo agressivo do Furacão. Na tarde de domingo, o Rubro-Negro voltou a encontrar o caminho da vitória no Brasileirão ao passar por cima do tricolor carioca na Arena da Baixada. O triunfo foi confirmado com gols de Lucho González, Rony e Marcelo Cirino. Vindo de duas derrotas no Brasileirão e da perda do título da Recopa Sul-Americana na Argentina, diante do River Plate, o placar mostrou o poder de ação do Rubro-Negro.

O técnico Tiago Nunes, ainda que saiba que será fundamental desfazer a má impressão dos últimos placares, sobretudo da derrota para a equipe Argentina, garantiu que em todas as partidas, o Furacão deu seu máximo e assim continuará para subir mais na tabela do Brasileirão. “Um jogo não tem conexão com o outro. Por mais que a gente tenha que dar uma resposta ao que passou (derrota para o River), o que fizemos contra o Fluminense foi muito próximo do que a gente fez na Argentina. Colocamos em prática, mais uma vez o que temos de melhor, impusemos um ritmo técnico muito forte”, garantiu.

+ Leia mais: Athletico goleia o Fluminense e volta a figurar na parte de cima da tabela

Sobre a tranquila vitória em cima do Flu, o treinador aprovou o desempenho de sua equipe, que foi incisiva desde os primeiros minutos do confronto. O Athletico abriu o placar aos 20 minutos do primeiro tempo e ampliou com 37, quando já estava com um jogador a mais em campo. Na segundo etapa, o time caiu de rendimento e trabalhou para segurar o resultado, mas sem o mesmo ímpeto dos 45 minutos iniciais. Ainda assim, Cirino fechou o placar marcando o terceiro aos 38.

“Estou feliz pelo que fizemos no primeiro tempo. No segundo acabamos administrando o que tínhamos conquistado, até pelo cansaço. Mas fico satisfeito pelo que a gente produziu e voltamos para buscar uma posição melhor na tabela até a parada da Copa América”, garantiu, referindo-se ao fato de o time voltar a vencer. O Furacão soma agora dez pontos na competição e terá mais dois desafios ­ pelo Brasileiro -antes de a disputa ser paralisada: diante do Palmeiras e Goiás. Porém, antes de focar na Série A, o Furacão entra em campo contra o Fortaleza, pela Copa do Brasil. O embate será nesta quarta-feira, a partir das 19h15, na Arena da Baixada, pelas oitavas de final. No confronto de ida, as equipes ficaram zeradas e vão buscar a vaga para a próxima fase da competição neste duelo decisivo. O comandante garante que não pretende mudar sua estratégia. Assim, mais uma vez o Athletico entrará em campo para dominar a disputa. “Vamos colocar em prática um tipo de jogo o qual nos sentimos bem. Vamos mais uma vez mostrar que somos uma equipe mais agressiva. Essa é nossa identidade de jogo”, finalizou.