A novela sobre o futuro do atacante Rony segue indefinida. Após o anúncio da renovação do contrato do jogador, que fez sua estreia na temporada 2020 na derrota do Athletico por 3×0 para o Flamengo, na Supercopa do Brasil, agora ele pode ser negociado pelo Furacão.

Desde a confirmação que o vínculo do camisa 7 do Rubro-Negro havia sido prorrogado de 2021 para 2023, o acordo não tinha sido assinado e a conversa entre as duas partes vinha sendo adiada. Muito por conta de desencontros no novo contrato.

Segundo a jornalista Nadja Mauad, o Athletico só quer pagar o novo salário, que foi dobrado neste acerto, a partir de abril. Além disso, outros detalhes, como pagamento de comissão por luvas para o empresário, fizeram com que o vínculo não fosse assinado.

Neste entrave, o presidente do Furacão, Mario Celso Petraglia, consultou o Palmeiras para saber se a oferta de seis milhões de euros (cerca de R$ 29 milhões), por 50% do passe do atacante, ainda estava de pé. Nesta oferta, seria quitada a dívida pela contratação do atacante Carlos Eduardo e teria o empréstimo de mais um atleta.

Enquanto a novela se arrasta, o técnico Dorival Júnior fica sem saber se poderá contar com Rony. Depois de ser ‘rebaixado’ para o time de aspirantes, o jogador voltou a fazer parte do grupo principal e foi titular em Brasília. Mas, ao longo da última semana, o treinador montou um time com e outro sem o atleta, embora tenha ressaltado que conta com ele para a sequência da temporada.

“Não foi saudável o que aconteceu (a situação envolvendo o atacante), ele perdeu muitas sessões de trabalho. Conto bastante com o Rony. É um jogador fundamental para o nosso grupo. No mercado não teríamos um substituto para ele. Espero que ele possa permanecer por um bom tempo já com a cabeça totalmente focada”, disse Dorival.

+ Mais do Furacão:

+ Dorival Júnior afirma confiar no elenco do Athletico e não pede reforços
+ Jogadores se cobram após derrota e não gostam de elenco desmanchado
+ Sem falar, Dorival mostra ao Athletico urgência pra contratar pra Libertadores