O atacante Guilherme Bissoli tem se sentido cada vez mais à vontade no Athletico e, principalmente, na missão de substituir Marco Ruben. O jogador de 22 anos foi o autor do gol que deu a vitória ao Furacão por 1×0 em cima do Peñarol, do Uruguai, na estreia da equipe na Libertadores 2020. O jogo aconteceu na Arena da Baixada, na última terça-feira (3), e o jogador mostrou que está disposto a construir história no clube.

Bissoli balançou as redes aos 30 minutos do segundo tempo, após receber um belo passe de Nikão, e garantiu que o time iniciasse na competição continental somando três pontos na fase de grupos. Ao final da partida, em passagem pela zona mista, ele explicou que se sente pronto para fazer jus à camisa 9 que veste.

“Estou me sentindo bem, feliz e motivado. Trabalhando cada dia mais para estar preparado. Eu sei que não é fácil substituir o Marco Ruben, que fez uma excelente temporada e foi um ídolo, mas tenho trabalhado para suprir isso e também fazer a minha história no Athletico”, garantiu.

+ Cristian Toledo: é sempre melhor ter um centroavante

Marco Ruben deixou o Furacão no fim do ano passado, pois optou por voltar à Argentina, seu país natal. No Rubro-Negro, o “hermano” somou 42 jogos e 13 gols, sendo três deles em cima do Boca Juniors, em uma noite histórica para o time, na Libertadores do ano passado.

Bissoli tem, até o momento, quatro jogos oficiais e três gols assinalados com a camisa atleticana.

Dorival Júnior comenta sobre o desempenho de Bissoli:

+ Mais do Furacão:

+ Confusão com ambulantes toma conta da Arena antes do jogo