O técnico Tite, da seleção brasileira, destacou que o meia Bruno Guimarães, ex-Athletico pode ter um grande futuro na equipe nacional graças ao ótimo potencial técnico e á carência de jogares para a posição. A entrevista foi dada para a revista France Football e parte dela foi traduzida pelo site Trivela.

O treinador do Brasil destacou que é difícil encontrar “um jogador como o Falcão de antigamente. Ou como o De Bruyne hoje”. A ideia de Tite é ter alguém “capaz de jogar às vezes mais baixo, para ajudar o Casemiro e fazer o jogo recomeçar melhor, e às vezes mais alto, para trazer mais ligação, criatividade, velocidade e percussão”.

+ Adaptação na França, quarentena e status de ídolo. Um mês de Bruno Guimarães no Lyon

Neste sentido, a revelação do Furacão e que hoje está no Lyon, da França, foi lembrado pelo técnico.

“O Bruno Guimarães, que assinou com o Lyon e que foi o melhor jogador do Pré-Olímpico sub-23, possui um potencial enorme e pode ser este jogador. Penso também no Paquetá, do Milan”, argumentou Tite, garantindo que segue acompanhando a evolução do meia.

+ Podcast De Letra e as mentiras do futebol paranaense

Vale lembrar que Bruno Guimarães havia sido convocado pelo treinador para os duelos contra Bolívia e Peru, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Os jogos teriam acontecido nos dias 27 e 31 de março, mas foram adiados por conta da pandemia do coronavírus.

Além disso, o volante tinha o desejo de disputar as Olimpíadas de 2020, em Tóquio, que também foi adiada. Até por conta disso o jogador fez um apelo para que o limite de idades do torneio para 2021 seja alterado.

+ Mais do Furacão:

+ Volta da Libertadores deve ser adiada ainda por tempo indefinido
+ Athletico e Coritiba gastam, juntos, 6% do salário de jogadores da Série A