Com o calendário mais atrativo da sua história, o Athletico encara uma verdadeira maratona de jogos. O Furacão, que já disputou 34 partidas neste ano, terminará a temporada com, no mínimo, 68 jogos na conta. E esse número pode aumentar. Se obtiver sucesso na Copa do Brasil e na Libertadores da América, o Rubro-Negro pode bater o recorde de partidas realizadas em um mesmo ano e fechar 2019 com 78 duelos.

+ Leia mais: Trio de ferro tem suas apostas para o segundo semestre

No ano passado, por exemplo, quando teve Paranaense, Brasileirão, Copa do Brasil e Sul-Americana, o Furacão fez 74 partidas. Mas não foi em 2018 o ano que o clube registrou mais jogos disputados.

O recorde, até agora, é da temporada de 2013, quando fez, ao todo 75 partidas. Naquele ano, o time atleticano, além do Brasileiro e do Paranaense, chegou à decisão da Copa do Brasil. Somente pela competição nacional foram 13 partidas, mas o Rubro-Negro acabou derrotado pelo Flamengo e ficou com o vice-campeonato do torneio.

+ Veja ainda: Renan Lodi quebra recordes no Furacão

Para quebrar esta marca, o Athletico terá que chegar às finais das duas disputas. Na competição nacional, o Furacão está nas quartas de final e vai enfrentar o Flamengo. Já no torneio continental, o adversário nas oitavas é, outra vez, o Boca Juniors, time conhecido do Furacão neste ano, já que as duas equipes já se encontraram na fase de grupos da principal competição de clubes da América, com uma vitória pra cada lado.

Além dessas duas competições, o Athletico ainda tem pela frente 29 partidas pelo Campeonato Brasileiro e mais um duelo no Japão pela antiga Copa Suruga. Neste ano, o time principal atleticano também participou da Recopa Sul-Americana em dois duelos contra o River Plate. Venceu na Arena da Baixada por 1×0, mas a derrota sofrida na partida de volta, em Buenos Aires, deu o título aos argentinos.

+ Também na Tribuna: Situação de Nikão segue indefinida

Como vem acontecendo nos últimos anos, no primeiro semestre o Athletico optou por utilizar seu time alternativo na disputa do Campeonato Paranaense. Foram 15 partidas do Furacão pelo Estadual. Mesmo utilizando sua equipe de aspirantes, o Rubro-Negro fez bonito e foi campeão com uma grande campanha.

Assim, a partir da quarta-feira que vem, diante do Flamengo, no primeiro duelo das quartas de final da Copa do Brasil, o Furacão vai encarar uma verdadeira maratona de jogos e viagens. Mas isso não preocupa o Athletico. Pelo contrário, o presidente do conselho deliberativo, Mário Celso Petraglia, não cansa de exaltar o calendário atrativo do Furacão e que o clube está vivendo um momento mágico em 2019.

+ Elenco enxuto: Tiago Nunes tem apenas 26 jogadores à disposição no elenco

Em julho, por exemplo, o Athletico, a partir do dia 10, terá nada menos do que sete partidas até o final do mês. Será praticamente um duelo a cada três dias. Além dos confrontos contra Internacional, CSA e Cruzeiro, pelo Brasileirão, o time atleticano terá pela frente ainda os jogos decisivos contra Flamengo e Boca Juniors, pela Copa do Brasil e pela Libertadores, respectivamente.

Reforços

Para a sequência deste ano, o Athletico vai ter que ter elenco para aguentar a maratona de jogos. O time perdeu, recentemente, peças importantes. Renan Lodi foi negociado com o Atlético de Madrid. O zagueiro Thiago Heleno e o volante Camacho foram pegos no doping e seguem suspensos. Além deles, o zagueiro Paulo André pendurou as chuteiras e assumiu um cargo no departamento de futebol atleticano.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão

O Furacão, então, está no mercado para repor as peças que perdeu nos últimos meses. Alguns reforços foram contratados e mais jogadores devem chegar. Tudo para dar mais opções para o técnico Tiago Nunes manter o Athletico competitivo nos desafios que terá pela frente nos próximos seis meses de 2019.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!