Com o futebol brasileiro paralisado por causa da pandemia de coronavírus, o Athletico monitora o mercado para reforçar o elenco na sequência de 2020. E o Furacão está perto da contratação de dois meio-campistas.

José Aldo, que pertence ao Guarani de Palhoça-SC e está emprestado ao Internacional, e o colombiano Jaime Alvarado, que pertence ao Watford, da Inglaterra.

Promessa em busca de consolidação

O meia José Aldo, 21 anos, foi considerado recentemente uma das principais apostas das categorias de base do Inter. Mas, após dois anos de clube, acabou não se firmando na equipe profissional. Somou somente oito minutos em campo, no Brasileirão de 2019.

Aldo chegou ao Beira-Rio por empréstimo em 2018, após se destacar como camisa 10 e capitão do Palmeiras na Copinha daquele ano. Seus direitos econômicos pertencem ao Guarani de Palhoça-SC.

+ Cristian Toledo: Seis jogos que explicam a história do Athletico

Ainda na base do Colorado, recebeu propostas de Olympique de Marselha, da França, e sondagens de Braga, de Portugal, e Fiorentina, da Itália.

“No time profissional, mostrou muito pouco. A verdade é que o Inter esperava mais dele”, analisou Leandro Behs, jornalista do Zero Hora.

“É um armador, jogador destro, mas pareceu carecer um pouco de força física. É um cara habilidoso, mas pelo menos aqui no time de cima não demonstrou uma característica mais forte de ataque e chute a gol, se mostrando um pouco burocrático, nos treinos e jogos. O Inter acabou decidindo não investir para comprar os seus direitos”, prosseguiu.

José Aldo chegou ao Inter em 2018. Foto: Ricardo Duarte/Inter.

Apesar de tudo, Behs considera o jovem uma boa aposta do Furacão. “Ele não é genial, mas é um jovem que bem trabalhado pode virar promissor. Aqui no Inter pudemos ver muito pouco dele no time de cima”, terminou.

No Rubro-Negro, atuando como armador, poderia disputar posição com Léo Cittadini, Fernando Canesin, Marquinhos Gabriel e Nikão.

Nacionalidade colombiana, formação europeia

Apesar dos apenas 20 anos, o volante Jaime Alvarado já tem experiência de sobra. Colombiano, o jovem tem a carreira formada no Velho Continente. Logo aos 16 anos, foi contratado para atuar nas categorias de base da Udinese, da Itália, sendo capitão do time e obtendo destaque.

Assim que completou 18 anos, assinou contrato como Watford, da Inglaterra, mas acabou emprestado para times da segunda divisão da Espanha, defendendo Valladolid (2017/18), Hércules (2018/19) e Badalona (2020), somando 47 jogos por essas equipes, além de passagens pelas seleções de base de seu país, tendo disputado o Mundial sub-20, e 2019.

O próprio atleta se descreve como uma peça capaz de roubar bolas na defesa e distribuí-las com precisão para o setor ofensivo. “Sou um jogador que gosta de recuperar a bola e ser preciso ao entregá-la. Eu realmente gosto da maneira como o Sérgio Busquets toca”, explicou ao Watford Observer, em 2017, citando o volante espanhol titular do Barcelona e da seleção da Espanha.

Alvarado pertence ao Watford, mas atualmente está emprestado ao Badalona, da terceira divisão espanhola. Foto: Divulgação/Badalona

Portanto, no Athletico de Dorival Júnior, poderia disputar posição tanto com Wellington, que atua como primeiro volante, como com Erick, volante que sai mais para o jogo. Além destes, poderia eventualmente disputar posição com Léo Cittadini, na mira de clubes europeus, e também com o veterano Lucho González.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico é cobrado por repasse milionário de venda de Bruno Guimarães
+ Athletico faz apelo a sócios em carta: “Necessitamos de sacrifício”
+ Como vem sendo a pandemia do Athletico?


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?