Buenos Aires – Maior ídolo da história do Boca Juniors, Diego Armando Maradona é uma presença constante na Bombonera. Jogador dos xeneizes entre 1981 e 1982 e 1995 e 1997, ele é torcedor fanático do clube. Tanto que uma das imagens mais lembradas do ex-atleta não é tanto nos gramados do estádio, mas sim na torcida.

+ Jogão: Saiba tudo sobre o confronto Boca x Athletico

Sempre que Maradona se faz presente na casa do Boca, as câmeras vão até ele, para pegar todas as suas reações. Mas onde o eterno camisa 10 argentino acompanha seu time do coração? Até nisso ele vira um ícone do time azul e amarelo. O principal canto da Bombonera é dele. E não é presente, e sim uma compra.

+ Leia também: Boca x Athletico fica em segundo plano na imprensa argentina

O lado oposto do estádio – o que aparece na televisão na transmissão das partidas – é como se fosse um edifício de camarotes, sendo o melhor deles do ‘El Diez’, que fica bem no centro do gramado, acima do símbolo do clube e abaixo de um painel eletrônico que conta os dias que o Boca Juniors está na elite da Argentina (uma provocação direta ao rival River Plate, que foi rebaixado em 2011).

Camarote de Maradona fica, na foto, logo abaixo dos números 12 e 44. Local é privilegiado. Foto: Jonathan Campos
Camarote de Maradona fica, na foto, logo abaixo dos números 12 e 44. Local é privilegiado. Foto: Jonathan Campos

A posição não é por acaso e nem por sorte. Quando os camarotes vips foram construídos, em 1996, o primeiro a ser vendido foi justamente para Maradona, que pôde escolher qual queria. O local é tão particular que na última terça-feira (30), véspera do confronto do Boca com o Athletico, todos os espaços do ‘edifício’ estavam abertos. Exceto um, que pertence ao grande ídolo do clube, que não deve estar na Bombonera.

+ Mais na Tribuna: Atleticana estará na Bombonera como homenagem ao avô

Na semana passada, o ex-jogador e agora treinador passou por uma cirurgia no joelho direito e ainda está em recuperação, com dificuldades para caminhar. Em junho, ele deixou o Dorados, do México, por ordem médica, justamente para tratar este problema.

Maradona durante a final da Libertadores do ano passado. Foto: GloboEsporte.com
Maradona durante a final da Libertadores do ano passado. Foto: GloboEsporte.com

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!