Corinthians e Palmeiras continuam a saga para a contratação do atacante Rony, 24 anos. Os clubes aguardam um parecer do presidente Mario Celso Petraglia, do Athletico, para realizar movimentos durante a semana.

O Palmeiras mantém a proposta de 6 milhões de euros (R$ 28,1 milhões na cotação atual), em quatro parcelas, mas aumentou as luvas da assinatura para R$ 2,5 milhões e ainda incluiu 10% do percentual para o jogador. Existe a possibilidade de incluir jogadores, de acordo com o GloboEsporte.com. A oferta melhorada foi mostrada ao staff em reunião na última semana.

O Corinthians, por sua vez, sinalizou que tinha conseguido os recursos pela mesma proposta de 6 milhões de euros por 50% dos direitos econômicos, mas ainda não deu as garantias financeiras para o pagamento à vista. A diretoria alvinegra está em contato com o intermediário, Luis Augusto Carvalho, o Piracicaba, para manter o Timão na disputa.

Os dois clubes, contudo, devem retomar as tratativas a partir de agora. Petraglia, que estava internado em São Paulo e recebeu alta no final de semana, já está em Curitiba para retomar a discussão sobre a transação, que está sendo conduzida exclusivamente por ele.

Vale ressaltar que, nos últimos dez dias, o maior entrave continua sendo a divisão dos percentuais entre Athletico e jogador. O Furacão entende que deve pagar 1 milhão de dólares (R$ 4,2 milhões) na venda a Rony, enquanto o staff diz ter um acordo para receber 50%, que dentro das propostas do clubes seria de 3 milhões de euros (R$ 14 milhões).

A renovação do contrato, no momento, está descartada entre as partes. Rony tem vínculo com a camisa rubro-negra até metade de julho de 2021.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico tem interesse na contratação de Rodriguinho, do Cruzeiro
+ Rival na Supercopa, Jorge Jesus enche a bola do Athletico
+ Top 4! Os gols mais bonitos da 5ª rodada do Paranaense; assista e opine