Um dos destaques do Athletico na conquista da Copa Sul-Americana, o meia Nikão está pronto para disputar mais um torneio continental. Experiente em competições da Conmebol – disputou uma Libertadores, em 2017, e duas Sul-Americanas, em 2015 e 2018 – o jogador ressaltou que a sua forma de jogar se encaixa bem no perfil do campeonato.

+ Leia também: Furacão não quer repetir erros das duas últimas Libertadores

“Pelas minhas características de jogo, é bom disputar essas competições, e fico feliz em jogar mais uma Libertadores. Tenho boas lembranças daquilo que fizemos em 2017. Ano passado também pude ser o vice-artilheiro da Sul-Americana”, afirmou ele, em entrevista ao site oficial do Furacão.

Em 2018, o camisa 11 rubro-negro foi o vice-artilheiro da Sul-Americana, com quatro gols, um a menos que Pablo, do próprio Athletico, e Nícolas Benedetti, do Deportivo Cáli, da Colômbia. Além disso, ele deu mais duas assistências na competição.

+ Mais na Tribuna: Athletico e Sallim são punidos por causa da treta do Atletiba

“Procuro sempre ajudar. Apesar de não ser goleador e fazer gol toda hora, procuro sempre dar assistências e ajudar os companheiros em campo”, acrescentou.

A estreia do Furacão na Libertadores será na próxima terça-feira (5), contra o Tolima, na Colômbia. Os últimos dias estão sendo fundamentais para a equipe ajustar os últimos detalhes e largar bem em 2019.

“A equipe tem feito uma grande pré-temporada, que é importante pelas competições que vamos disputar. Estamos a poucos dias da estreia e temos que continuar trabalhando firme para que possamos fazer um grande jogo no dia 5”, completou Nikão.

+ APP da Tribuna: As notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!