Léo Cittadini não treinou com o time do Athletico na véspera do confronto com o Inter. Foto: Jonathan Campos
Léo Cittadini não treinou com o time do Athletico na véspera do confronto com o Inter. Foto: Jonathan Campos

O Athletico encerrou, na manhã desta quarta-feira (30), a preparação para o duelo contra o Internacional, que acontece nesta quinta-feira (31), às 21h30, no Beira-Rio. A última atividade aconteceu no CT do Caju e o técnico Tiago Nunes tem dúvidas para o embate contra o Colorado, que será a reedição da final da Copa do Brasil, vencida pelo Furacão há 45 dias, na capital gaúcha.

Neste último treinamento, o meia Léo Cittadini não subiu para o gramado. No entanto, a assessoria de imprensa do clube não soube informar o motivo da ausência do atleta, que não viajou e está fora do compromisso contra o Inter.

Para a vaga do camisa 18 o treinador tem duas opções. A principal delas é o meia Bruno Nazário formando o setor de criação. No entanto, não está descartada a entrada do meia-atacante Thonny Anderson entre os titulares.

Quem está novamente à disposição é o atacante Marcelo Cirino. Autor da grande jogada do segundo gol do Rubro-Negro na final da Copa do Brasil, o camisa 10 deve retornar ao time titular na vaga de Nikão. Outra novidade é o zagueiro Robson Bambu, que passou por uma cirurgia na face e deve ser relacionado para a partida.

Além dessas indefinições, o Tiago Nunes mantém uma dúvida na lateral-direita. Khellven foi titular na vitória sobre o Goiás, mas deve voltar para o banco de reservas para dar lugar a Madson. A delegação rubro-negra segue viagem para Porto Alegre no meio da tarde.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Assim, com algumas dúvidas, o provável Athletico para enfrentar o Inter deve ter: Santos; Madson (Khellven), Thiago Heleno, Léo Pereira e Adriano; Wellington, Bruno Guimarães e Bruno Nazário (Thonny Anderson); Rony, Marcelo Cirino e Marco Ruben.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico pode ser o ‘estraga-prazeres’ do Brasileirão
+ Com contrato acabando, Marco Ruben quer ficar