Uma das principais revelações do Athletico nos últimos tempos, o lateral-esquerdo Renan Lodi foi oficializado, neste final de semana, como novo reforço do Atlético de Madrid. Aos 21 anos, o jogador foi a transferência mais cara da história do futebol paranaense, rendendo aproximadamente R$ 85 milhões aos cofres do Furacão. O jogador assinou contrato de seis temporadas com o time espanhol.

Lodi foi aprovado nos exames médicos, assinou contrato e foi apresentado oficialmente à imprensa. Na sua chegada, o jogador não escondeu a empolgação de estar defendendo, agora, uma das potências do futebol mundial e elogiou o técnico Simeone.

+ Leia também: O que esperar do Athletico?

“Estou feliz por chegar a um clube como o Atlético e trabalhar com um técnico que é referência, como Simeone. Estou com muita vontade”, declarou o ex-lateral-esquerdo do Rubro-Negro, que também escreveu uma carta de agradecimento ao Athletico, que foi publicada nesta segunda-feira (8).

“Eu sabia que esse momento iria chegar algum dia. Mas, sabia também, que não seria nada fácil. É um sentimento confuso, impossível de descrever. A ida para um grande clube da Europa é o sonho de todo menino que começa a jogar bola. Mas ao mesmo tempo, é uma despedida doída, deixando o clube que eu amo. Talvez a maneira mais fácil de se entender seja voltando no tempo, no momento em que eu saí de casa. E é exatamente isso que está acontecendo, porque aqui é e sempre será a minha casa também”, comentou.

Renan Lodi lembrou da sua chegada ao Furacão aos 14 anos. Fez uma trajetória de sucesso. Cresceu aos poucos e sua ascensão foi meteórica. O jogador agradeceu ao clube, aos funcionários e a todos que contribuíram para a sua chegada a um dos maiores times do futebol mundial.

+ Mais na Tribuna: Depois de quase um mês, times vão voltar a campo

“O Athletico me formou como cidadão, como homem. E é esse homem que hoje precisa dizer até logo, com lágrimas no rosto e um aperto no coração, mas com alegria. Alegria da certeza de que eu pude retribuir um pouco do que o clube fez por mim nestes anos todos. A cada novo dia acordava com esse objetivo, de honrar toda a confiança que recebi aqui. Precisava demonstrar essa minha gratidão com atitudes, com profissionalismo e, acima de tudo, com raça por essa camisa gigante. O Athletico Paranaense terá um torcedor apaixonado em Madri, que nunca vai esquecer dos momentos vividos aqui e que será eternamente grato a tudo e a todos”, reforçou ele.

A ascensão do lateral foi rápida. Destaque na campanha do título do time de aspirantes no Campeonato Paranaense do ano passado, o jogador subiu ao time principal e ganhou espaço com o técnico Tiago Nunes. Foi peça importante na arrancada que o Rubro-Negro teve no Brasileirão e também na conquista do título inédito da Copa Sul-Americana, em dezembro.

Neste ano, Renan Lodi manteve sua regularidade nas atuações e acabou sendo convocado para a seleção brasileira olímpica. No entanto, o atleta teria que ficar de fora das duas partidas da Recopa Sul-Americana diante do River Plate e o Athletico acabou não o liberando.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão

E foi diante do time argentino sua última partida com a camisa atleticana. Depois disso, a CBF impediu que o lateral atuasse pelo Furacão no Campeonato Brasileiro. Neste período, no entanto, a diretoria abriu negociações com o clube espanhol e a negociação foi concretizada na semana passada.

O Athletico está agora correndo contra o tempo para buscar a reposição para Renan Lodi. No elenco, Márcio Azevedo e Abner não agradaram. A principal opção neste momento é o jovem lateral-esquerdo Abner, da Ponte Preta, de 19 anos, que vem se destacando na disputa da Série B.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!