De fora do Athletico desde a final da Recopa Sul-Americana, na derrota por 3×0 para o River Plate, no dia 30 de maio, o lateral-esquerdo Renan Lodi lamentou mais uma vez ter que ficar sem poder jogar.

+ Leia também: Marco Ruben volta ao time do Athletico após ser poupado

“Saudades de fazer o que mais amo!”, escreveu ele, em seu perfil oficial no Twitter, nitidamente chateado com a situação.

O jogador foi convocado pelo técnico André Jardine para defender a seleção brasileira olímpica no Torneio de Touloun, na França. Porém, o Furacão pediu para que Lodi fosse desconvocado, principalmente por conta da Recopa. O pedido foi negado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que não aceitou que também não aceitou que o lateral se apresentasse depois do restante do elenco.

+ Mais na Tribuna: Furacão encara o Goiás tentando encerrar jejum

Porém, o camisa 12 do Rubro-Negro foi substituído no torneio, mas, mesmo assim, seguiu convocado. Com isso ficou impedido de jogar pelo Athletico na sequência, contra Fluminense e Palmeiras, pelo Brasileirão, e contra o Fortaleza, pela Copa do Brasil.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão

Além disso, não poderá enfrentar o Goiás, nesta quinta-feira (13), às 20h, no Serra Dourada, completando 14 dias sem poder entrar em campo.