A disputa pelas vagas no setor ofensivo do time principal do Athletico está acirrada. Ainda que o argentino Marco Ruben esteja garantido como centroavante, os jogadores que atuam nas pontas ainda brigam para estar entre os titulares. São, no mínimo, quatro atletas disputando dois lugares no ataque para a estreia do time, que será no dia 5 de março, na Colômbia, diante do Deportivo Tolima, pela fase de grupos da Copa Libertadores.

+ Leia mais: Mesmo sem jogos, Furacão tem semana decisiva

Atuando pelos lados, Rony, Marcelo Cirino, Nikão e o recém-contratado Braian Romero são os concorrentes diretos. Porém, o técnico Tiago Nunes também testou alguns aspirantes nos dois amistosos internacionais que realizou contra o General Díaz e o Guaraní. Anderson Plata, Bill, Bruno Rodrigues, Juninho e Gabriel Poveda podem ser acionados, mas certamente não são as primeiras opções do treinador.

Ainda que tenham chances remotas, os jogadores do time de Rafael Guanaes estão sendo observados minuciosamente por Nunes, que chegou a elogiar a participação de Jaderson, garoto da base do Furacão, diante do Guaraní. O atleta de 18 anos também havia entrado no decorrer do duelo com o general Díaz.

“Uma grata surpresa pela atuação foi o Jaderson, que entrou muito bem de novo. Isso nos dá a perspectiva de que a formação continua trabalhando bem, nos sustentando e trazendo bons jogadores”, falou.

Na frente

Em se tratando dos prováveis escolhidos, Rony terá a chance de começar 2019 como titular. Ainda que não tenha marcado gols nas atividades preparatórias que o Furacão teve até aqui, se mostrou um jogador importante para o grupo. Com a velocidade que é sua característica, o camisa 7 teve boa movimentação buscando o jogo e auxiliando na marcação.

O treinador elogiou a evolução do atleta, que chegou ao Rubro-Negro em 2018 e foi, aos poucos, ganhando seu espaço. No banco de reservas no ano passado, ele entrou no decorrer de todas as partidas das fases finais da Sul-Americana, inclusive na final, diante do Junior Barranquilla. Sem dar pistas se o jogador figura entre os escolhidos, Nunes acredita que ele esteja em uma fase muito boa no Furacão, com um preparo físico e mental necessário para encarar a titularidade.

+ Confira: Divulgada a tabela do Campeonato Brasileiro, veja os jogos do Athletico

“O Rony está em um momento muito bom. Ele chegou na metade da temporada passada depois de uma inatividade muito grande. Foi adquirindo ritmo de jogo, foi importante na reta final da Sul-Americana e agora ele está muito bem. É um jogador, sim, muito importante, com uma cabeça muito boa”, enfatizou.

Já Marcelo e Nikão, ao contrário de Rony, terminaram 2018 como titulares do grupo campeão da Copa Sul-Americana e agora precisam provar porque devem permanecer na equipe. Marcelo não se destacou nos jogos-testes do time até aqui, mas tem um histórico que conta a favor e que pode ser crucial para que seja escolhido.

Gringo

O argentino Braian Romero é o que menos, neste momento, tem chance de iniciar a temporada entre os titulares. Ainda que tenha feito uma boa participação no amistoso com o Guarani do Paraguai, na sua estreia não-oficial no Athletico, o jogador chegou há pouco mais de uma semana no CT do Caju e ainda deve intensificar sua preparação para integrar-se mais ao time.

Elogiando os candidatos às vagas remanescentes no ataque, o técnico fez questão de destacar os pontos técnicos positivos de cada um. “Estou com jogadores de lado de muita qualidade, muita força e características diferentes. O Marcelo que é um jogador mais vertical. O Rony vertical. O Nikão pode jogar flutuando um pouco mais. O Braian tem treinado muito bem, um jogador vertical e de aproximação”, detalhou.

+ Leia também: Conheça Luiz Fernando, a nova aposta do Athletico

Nunes explicou que só vai “bater o martelo” em relação à escolha dos 11 iniciais poucos dias antes da estreia e com pelo menos mais um amistoso programado para esta última semana de preparação que se inicia, já declarou que prefere ter “dor de cabeça” para definir o time. Ou seja, quer ver seus atletas se dedicando nas atividades pré-estreia para que sejam merecedores das vagas de titulares.

“Todos estão disponíveis e vou levar essa dor de cabeça até a estreia”, finalizou.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!