O mercado do Athletico segue agitado nesta intertemporada. Depois do lateral-esquerdo Renan Lodi, negociado com o Atlético de Madrid, da Espanha, o próximo a deixar o clube pode ser o meia-atacante Nikão. Titular do time e com contrato com o Furacão até dezembro de 2021, o jogador recebeu uma proposta dos Emirados Árabes e a negociação pode ser concretizada ainda nesta semana.

Nem o clube e muito menos os valores foram revelados. No entanto, a proposta feita teria agradado atleta e diretoria. Por isso, nesta semana, apenas a oferta inicial foi oficializada e outros pontos de uma futura negociação estão sendo discutidos entre as partes.

+ Leia também: Tiago Nunes tem apenas 26 jogadores à disposição no elenco

A proposta da equipe de Abu Dhabi está nas mãos do presidente do Conselho Deliberativo do Rubro-Negro, Mário Celso Petraglia. O dirigente nunca negou a admiração que tem pelo jogador em entrevistas coletivas. O cartola, inclusive, prometeu que se uma boa oferta chegasse e fosse boa ao camisa 11, o clube não impediria uma negociação.

Enquanto internamente a proposta está sendo analisada e as conversas seguem em andamento, Nikão segue treinando no CT do Caju. Nas últimas partidas do Athletico, o técnico Tiago Nunes optou por deixar o jogador no banco de reservas. Aconteceu nas derrotas por 2×1 para o Goiás, em Goiânia, pelo Campeonato Brasileiro, antes da parada para a Copa América, e 2×0 para o Cerro Porteño, no último sábado, em amistoso realizado na Arena da Baixada.

+ Mais na Tribuna: Furacão faz promoção pra levar torcedor pra Argentina

Mesmo com essa opção do treinador, o meia é considerado peça importante do Athletico. Desde que chegou ao clube, em janeiro de 2015, o jogador sempre teve um papel fundamental dentro do time. Ficou marcado, neste tempo, por atuações regulares, assistências e gols importantes.

A ideia de Nunes é achar novas alternativas ofensivas para o Furacão nesta temporada. No entanto, nas duas partidas, Bruno Nazário e Marcelo Cirino foram os escolhidos para substituir Nikão, mas nenhum deles conseguiu dar a resposta esperada. Assim, o camisa 11 entrou no decorrer dos dois confrontos e, se não for negociado, deve retomar a condição de titular a partir do compromisso com o Flamengo, na quarta-feira, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão

Prestes a completar 27 anos, Nikão já fez 17 jogos pelo Athletico em 2019. Marcou uma vez e deu três assistências. Nos quase cinco anos em que está no Furacão, já disputou nada menos do que 197 partidas. São 21 gols anotados e o status de um dos principais jogadores do elenco que o tornou ídolo do torcedor.

A verdade é que se perder mais uma peça importante, o técnico atleticano terá muito trabalho para remontar o time para a sequência da temporada. Jogos decisivos estão por vir e achar novas alternativas para o Furacão será um dos maiores desafios do treinador no comando da equipe para manter o protagonismo do clube no cenário do futebol nacional e sul-americano.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!