Especulado como técnico do Corinthians, Tiago Nunes encerrou oficialmente o seu ciclo no Athletico nesta quarta-feira. Talvez não da maneira esperada, com o descontentamento da diretoria mesmo diante das grandes conquistas do treinador a frente do Furacão. O agora ex-comandante atleticano revelou divergências com dirigentes que estão no comando do clube, mas afirmou que sai tranquilo e com o sentimento de dever cumprido. Sai, nas suas palavras, o técnico, e fica o torcedor.

+ Leia mais: Athletico recebe o Cruzeiro em meio a momento de revolução nos bastidores

“Saio do Athletico com o sentimento de que eu consegui criar um laço efetivo e de amor com pessoas que eu nunca imaginei, como com a torcida, que é fanática e apaixonada e que foi determinante para acontecer isso tudo. Poderia ter terminado um ano de maneira mais tranquila, com a consciência leve e sossegado. Sai o profissional, entra o torcedor. Vai ficar sempre o torcedor. Sou identificado com o Athletico, com o torcedor, é um clube que me apaixonei e que vai perdurar para sempre”, afirmou Nunes.

A despedida oficial do técnico Tiago Nunes aconteceu durante a entrevista coletiva. O treinador afirmou que ainda não ouviu nenhuma proposta e negou qualquer acerto com o Corinthians. A certeza é de que há o interesse do Timão e de que o seu representante, Luis Paulo, está com a proposta em mãos. O treinador foi bastante verdadeiro nas suas declarações e comentou sobre o desgaste que teve nos últimos tempos.

Tiago Nunes se despediu dos torcedores do Athletico. Foto: Felipe Rosa.
Tiago Nunes se despediu dos torcedores do Athletico. Foto: Felipe Rosa.

A nota oficial divulgada pelo Athletico na noite de terça-feira, tão logo houve a recusa da renovação Tiago Nunes. A diretoria criticou o treinador, falou sobre ingratidão e pegou o técnico de surpresa. No entanto, prova para ele que acabou tomando a decisão correta ao deixar o Furacão.

“Já esperava uma nota dessa. Não é o sentimento dos jogadores, dos colaboradores, ;da comissão técnica e da maior parte do torcedor. Insatisfação é da gestão do clube. Para mim fica claro e sendo a manifestação dos gestores, vai ao encontro de que tomei a decisão correta ao solicitar a minha saída. Se existia tanto rancor, sentimento de ódio, realmente não era o momento de ficar”, disse.

Já sem tanto cuidado com suas declarações, Tiago Nunes não escondeu do desgaste dos últimos tempos. Não apenas por acumular funções no clube, mas também com o agora executivo de futebol, Paulo André. O treinador revelou que alguns fatores pesaram para a sua saída. Entre elas o caso do doping, quando funcionários foram demitidos, para ele, de forma injusta. Na ocasião, ele chegou a pedir demissão, mas acabou revendo a decisão.

“Foi passado que o tamanho do investimento para o ano que vem será o mesmo desse ano e também da possibilidade da perda de jogadores importantes no ano que vem. O caso do doping foi um momento difícil. Conquistamos a Copa do Brasil, que foi algo grandioso, as vezes passa batido isso. A perda desses jogadores interferiu na performance na Libertadores e no Brasileiro. Menos mal que não foram mais atletas. Houve muito desgaste interno. As demissões eu falei que muitas foram injustas, profissionais que pagaram o preço que não era deles. Isso me incomodou bastante, pontuei para o Paulo André e para o presidente e cheguei a pedir minha saída. Tudo isso pesou”, reforçou.

+ Confira também: Técnico interino assume a bronca e faz mudanças no Athletico

A despedida do técnico Tiago Nunes também teve declarações mais fortes. Questionado sobre a possível saída de membros da comissão técnica com o treinador para o Corinthians, o treinador afirmou que não há nenhum convite formalizado e também que há uma pressão da diretoria para que esses profissionais se posicionem. Os auxiliares Kelly e Evandro Fornari, além do analista de desempenho Pedro Sotero devem deixar o clube.

“Não há nada definido. Meu ciclo se encerra nesse momento. Me despedi ontem no vestiário, direto com os jogadores, fui bem recebido e abraçado por todos, que entenderam de maneira geral. Acontece que o Athletico está tentando forçar profissionais que ali estão, perguntando se irão comigo no futuro, sem haver uma proposta. Se acenarem com dúvida eles já são demitidos. Está acontecendo desde ontem”, finalizou.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Tiago Nunes, com seu jeito carismático, fez questão de saudar um a um cada profissional de imprensa que compareceu na entrevista coletiva. Lamentou não ter sido dentro da Arena da Baixada, mas está partindo agora para Santa Maria, sua cidade natal. Vai descansar neste resto do ano e analisar as propostas que vai receber. O acordo com o Corinthians está alinhado e deve ser confirmado nos próximos dias.

Veja como foi a coletiva de imprensa de Tiago Nunes: