Belo Horizonte – Com o apoio da torcida, o Atlético-MG voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Ontem, o Galo derrotou o Santos por 3 a 0, no Mineirão, ganhou uma posição na tabela de classificação e, de quebra, acabou com a invencibilidade dos paulistas no torneio, que já durava dez partidas.

Os gols do time mineiro, que conquistou a sua quarta vitória em cinco jogos, foram marcados por Catanha, Rubens Cardoso e, pelo estreante, Uéslei. Com o resultado, os atleticanos chegaram aos 28 pontos na competição e empataram com o Brasiliense. No entanto, como uma vitória a mais, assumiram a 19.ª colocação.

O Peixe, por outro lado, após sofrer a sua pior derrota no Brasileirão, foi ultrapassado pelo Corinthians e terminou a 26.ª rodada na quinta posição, com 44 pontos. Na próxima quarta-feira, os santistas tentarão a reabilitação diante do Palmeiras, na Vila Belmiro. Já o Atlético-MG jogará na quinta, contra o Timão, em São Paulo.

Apesar de dominar o adversário desde o início do jogo, o Galo só conseguiu abrir o placar aos 29 minutos, quando Marques cruzou para Catanha, que, consciente, cabeceou para baixo, no canto esquerdo do goleiro Saulo.

Na busca pelo empate, os paulistas acabaram dando espaços para os donos da casa, que chegaram ao segundo gol aos 43. O estreante Uéslei recebeu de Catanha e bateu forte.

O Peixe voltou para o segundo tempo com os atacantes Diego e Frontini nos lugares de Geílson e Zé Leandro e partiu com tudo pra cima do Galo. Pressão que fez o Atlético recuar e só se arriscar nos contra-ataques.

E foi assim que o alvinegro mineiro ampliou a vantagem. Aos 23 minutos, o volante Rafael Miranda saiu em velocidade e tocou para Rubens Cardoso, que desta vez não desperdiçou.

Atlético-MG 3 x 0 Santos

Atlético-MG – Bruno; Cáceres, Henrique e Lima; George Lucas, Rafael Miranda, Vinícius, Uéslei (Rodrigo Fabri) e Rubens Cardoso; Marques e Catanha (Euller). Técnico: Marco Aurélio. Santos – Saulo; Zé Leandro (Frontini), Rogério, Luís Alberto e Paulo César (Luciano Henrique); Zé Elias, Bóvio, Élton e Ricardinho; Geílson (Diego) e Basílio. Técnico: Gallo. Gols: Catanha aos 29? e Uéslei aos 43? do 1.º tempo; Rubens Cardoso aos 22? do 2.º. Árbitro: Elvécio Zequetto (MS). Cartões amarelos: Rafael Miranda, Vinícius, Catanha, Rubens Cardoso, Uéslei, Zé Leandro, Élton, Diego e Bóvio. Local: Mineirão, em Belo Horizonte.