Com um estilo ousado e exclusivo, Lucimara Silvestre se apresenta nas pistas. As estampas de tigresa, calças cobrindo só uma perna, sungas e meias rosa fazem parte dos modelos escolhidos para as disputas.

Mas além de chamar atenção pelas roupas, a atleta também volta a competir no heptatlo e no salto em distância depois de dois anos suspensa por doping, com ótimas marcas e prometendo pódios e medalhas no Pan de Guadalajara e em Londres 2012.

Na principal competição que disputou em 2011, Lucimara levou o ouro no heptatlo com 6.074 pontos, segunda melhor marca da sua carreira. Já no salto em distância, ficou em quarto lugar, a dois centímetros da atleta que conquistou o bronze.

O Troféu Brasil foi a segunda competição da heptatleta em 2011, depois de dois anos afastadas das pistas. Lucimara foi uma dos cinco atletas flagrados no escândalo do doping no atletismo em 2009 pela presença de uma variação do hormônio sintético eritropoietina (EPO), substância que estimula a formação de hemoglobina no organismo. Todos foram suspensos e só puderam voltar a competir em 2011.

Hoje com um novo técnico, Lucimara se mostra confiante para os próximas desafios. Para os Pan de Guadalajara, as expectativas são as melhores possíveis. “Vou brigar pelo ouro, vou fazer uma retomada dos treinos para a gente chegar bem para o Pan”. Daí para frente, o foco se concentrará na Olimpíada de Londres.