Aliocha Maurício
O tricampeão Robson Caetano autografa a camiseta da atleta.

Curitiba está sediando, pela primeira vez no Brasil, o 35.º Mundial de Atletismo do Trabalhador, do qual participam 189 atletas de outros dez países. Do Paraná são dez atletas, seis de Curitiba. O paraninfo do mundial, que acontece no Centro Universitário Positivo (Unicenp) é o ex-velocista e tricampeão mundial dos 200m, Robson Caetano. "Esta é a primeira vez que muita gente de fora vem ao País e Curitiba está sendo a cidade para mostrar o Brasil", afirma Caetano.

Esta não é uma competição comum de atletismo. Os atletas são todos trabalhadores, a exemplo de Robson Caetano. Sem deixar de lado os estudos – ele é graduado em três cursos superiores – ele já foi ajudante de pedreiro, auxiliar de escritório e até zelador, sem parar de treinar e competir. "Acabo me tornando espelho para refletir aos atletas o retrato da vitória e do sucesso. É um pouco complicado. Chega um momento que é preciso cem por cento de dedicação ao esporte, é aí que vem o apoio das empresas", afirma.

Ao contrário de Caetano, esta é a primeira vez que Samuel Oliveira Selva, de 25 anos, de Colombo e Miguel Vargas, de Curitiba, participam de um mundial. Os dois, com mais outros 13 trabalhadores da mesma empresa, que participam da etapa estadual do mundial, que ocorre paralelamente, estão bastante animados.

"Eu trabalho em uma chicoteira. A empresa e os colegas, que também treinam, sempre me incentivaram. É a primeira vez que participo de um mundial e estar no meio dos melhores do país e do mundo é fantástico", afirma Samuel. "Essa é a primeira vez. É uma coisa de outro mundo", completa Miguel. Os dois atletas competem hoje no revezamento 4×100.

A competição começou ontem, às 9h. Na última prova da manhã, nesse primeiro dia, o paranaense Anoé dos Santos, da Móveis Colorado, de Arapongas, ganhou os 10 mil metros.

Hoje, as provas também começam às 9h e serão realizadas durante todo o dia na pista de atletismo do Unicenp. O evento está sendo organizado pelo Serviço Social da Indústria (SESI).