A final da Taça Dirceu Krüger entre Athletico e Coritiba, nesta quarta-feira (10), às 21h30, na Arena da Baixada, vai colocar frente a frente os dois principais artilheiros do Estadual. Em campo, os atacantes Bergson, do Furacão, e Rodrigão, do Coxa, terão a chance de provar porque são os principais goleadores do torneio. Para um deles, no entanto, a decisão no caldeirão será o fim da linha na luta pelo posto de principal goleador da competição estadual de 2019.

+ Clássico: Saiba tudo sobre o Atletiba decisivo

Na luta pela artilharia, a missão do atacante Bergson é um pouco mais delicada. O camisa 9 rubro-negro, que tem seis gols em 12 partidas disputadas até agora no Campeonato Paranaense, terá que fazer pelo menos um gol e torcer para Rodrigão não marcar para conseguir empatar na artilharia do Estadual. Se conseguir isso e o Athletico for campeão e garantir a vaga na finalíssima para enfrentar o Toledo, o centroavante seguirá bem credenciado para ser o principal goleador do torneio.

+ Leia também: Aspirantes do Furacão tem chance de ouro no clássico

Mais do que isso, Bergson colocou uma dúvida na cabeça do técnico Tiago Nunes, comandante do time principal do Athletico. O camisa 9 provou em campo que pode ajudar o Furacão na sequência da disputa da Libertadores da América e depois, no Campeonato Brasileiro, que começa no final deste mês. O centroavante, independentemente do resultado da decisão do segundo turno, aproveitou bem a chance para seguir no Furacão depois do Estadual.

+ Mais na Tribuna: Coxa coloca em jogo mais que uma vaga na final

Do lado verde e branco, o atacante Rodrigão é a grande esperança de gols. O centroavante tem a impressionante média de sete gols anotados em sete partidas do Campeonato Paranaense. Não a toa, mesmo tendo iniciado sua trajetória na reta final do primeiro turno, o camisa 9 do Verdão tornou-se rapidamente o principal goleador do Estadual.

+ Viu essa? Campeonato Paranaense vai diminuir em 2020

Rodrigão chegou ao Coritiba depois de uma verdadeira novela de bastidores envolvendo as diretorias do Coxa e do Santos. Por enquanto, o centroavante tem provado que todo o esforço valeu a pena. Além da alta média de gols, o camisa 9 coxa-branca tem feito bons jogos e tornou-se peça-chave no time comandado pelo técnico Umberto Louzer.

+ Confira a classificação completa e a tabela de jogos da Taça Dirceu Krüger

Rodrigão e Bergson vão travar um duelo a parte no último Atletiba da temporada de 2019. A briga dos dois pela artilharia do Campeonato Paranaense será mais um ingrediente interessante do maior clássico do futebol do Estado que vai definir também quem será o campeão do segundo turno e que seguirá na luta pelo título do Estadual de 2019.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!