Não poderia ter sido pior. Na primeira partida referente ao supermando na Arena, o Atlético tropeçou e perdeu para o J. Malucelli, por 2 a 1. O resultado fez com que a vantagem rubro-negra adquirida durante a etapa de classificação virasse pó. Apesar dos jogadores saírem de campo dizendo que há muitos jogos pela frente para recuperar, agora é o Atlético que terá de correr atrás dos rivais para reverter o prejuízo.

Vale ressaltar que o Jotinha fez uma grande partida e mereceu o resultado. Em vários momentos da disputa, o time atleticano demonstrou sentir a pressão de ter que buscar o resultado a qualquer custo. Com isso foi grande o índice de erros. O próximo compromisso do Furacão será na noite de quinta-feira, na Arena, contra o Paranavaí.

Apesar do jogo ocorrer num domingo à noite, após confronto da Seleção Brasileira, o torcedor atleticano não deixou seu time na mão e compareceu em bom número para apoiá-lo. E o público assistiu a uma partida muito corrida e disputada.

Logo nos primeiros minutos, o Atlético abriu o placar com Chico, após escanteio cobrado por Netinho. Mas o Jotinha não esmoreceu e demonstrou ótimo toque de bola, rápido e de muita movimentação. Numa jogada individual, Jucelei driblou toda a zaga e acertou um bonito chute para empatar – 1 a 1.

O Furacão sentiu o gol. Não conseguiu mais jogar e sucumbiu diante da marcação do adversário. E pior, deu espaço para o Caçula atuar. Com muita qualidade e fazendo tabelas com facilidade, não demorou para acontecer a virada. Aos 27, Rodrigo Crasso tabelou com Cícero e depois com Bruno Batata, para sair na cara de Galatto e apenas deslocar o camisa 1 rubro-negro.

Em desvantagem, o Atlético sentiu a pressão de jogar em casa e ter que buscar o resultado. Saiu de campo, no intervalo, vaiado pelo torcedor.

Para a etapa final, o Furacão voltou mais ofensivo, com Julio dos Santos para dar articulação à equipe. E foi pra cima. No entanto, ao acelerar o jogo, passou a errar muito. Geninho fez mais substituições e deixou o time com três atacantes. Porém, quando a pressão começou a incomodar o Jotinha, o Rubro-Negro ficou com dez jogadores. Valencia recebeu falta e saiu de campo lesionado.

Mesmo desorganizado, perdendo o meio-campo, o time buscou o empate. E não conseguiu. A vantagem foi por água abaixo e a equipe conheceu a sua primeira derrota do ano na Arena. Com direito a vaia da torcida, que pediu a contratação de laterais.