Valquir Aureliano
Ontem, o Ipatinga, primeiro adversário do Atlético no Brasileirão, anunciou a contratação do atacante Marcelo Macedo.

Se os reforços esperados para a temporada 2008 não são anunciados oficialmente pela diretoria, a debandada de jogadores pertencentes ao Atlético para clubes de todo o País continua. Ontem, pelo menos quatro atletas rubro-negros foram citados como reforços de outras equipes.

Para o Ipatinga (MG), primeiro adversário do Furacão no Campeonato Brasileiro, outros dois jogadores foram cedidos por empréstimo. O atacante Marcelo Macedo e o meia-armador Doca Madureira. Marcelo chegou ao Atlético para o Brasileirão de 2007, após ter sido artilheiro do Campeonato Carioca pelo Madureira. No entanto, não conseguiu desempenhar boas partidas no Furacão, assinalando apenas três gols na temporada. Ele formou dupla de ataque com Dinei, sob o comando de Antônio Lopes. No clube mineiro, o atacante terá a incumbência de substituir Alessandro, maior goleador da Série B 2007, que foi negociado com o futebol japonês. Já Doca Madureira, veio do Rio Branco, do Acre, para fazer testes no Atlético, e foi aprovado, acertando contrato por três anos. Mas devido ao inchaço do grupo, o meia-armador foi emprestado ao Ipatinga com o objetivo de colocá-lo na vitrine e valorizá-lo. Caso aconteça a venda do jogador, Atlético e Rio Branco dividem a bolada. Com a presença desses jogadores aumenta para quatro o número de atletas do Furacão no grupo mineiro. O atacante Anderson Aquino e o lateral-esquerdo Beto já haviam sido anunciados anteriormente.

Ex-titulares

Dois jogadores que vestiram a camisa titular do Furacão em 2007 também foram emprestados. O meia Edno foi apresentado ontem pela diretoria do Noroeste, de Bauru. O jogador foi o artilheiro do Norusca no Paulistão 2007, com 10 gols. A boa performance fez com que seus direitos federativos fossem adquiridos pelo Atlético. No Brasileirão, Edno assumiu a titularidade da ala esquerda rubro-negra, mas não teve bom desempenho, pedindo para atuar como meia. Devido a disputa acirrada no meio-campo, ele perdeu espaço e terminou o ano como suplente.

Outro negociado é o volante Erandir. Ontem, a imprensa cearense deu como certa a contratação do jogador pelo Fortaleza, equipe que o revelou. O acerto financeiro entre clube e atleta, inclusive, estaria concretizado. Erandir retornou ao Atlético em 2005, após ser um dos destaques do time cerarense. No Rubro-Negro sempre teve atuações bastante contestadas. Em 2007, atuou várias vezes no time titular, mas com a chegada de Ney Franco, o volante era raramente aproveitado.

Dois jogadores atleticanos que já haviam sido emprestados ao Fortaleza se apresentaram ontem. O zagueiro Lucas Piassentin e o meia-atacante Rogerinho.