O Atlético começa hoje a definir a sua vida após a conquista do supercampeonato paranaense. O diretor de futebol, Alberto Maculan, deverá se reunir com o técnico Riva Carli para traçar os planos para o segundo semestre. Contratações e dispensas estão na pauta do clube que se prepara para disputar a Copa dos Campeões e o campeonato brasileiro.

Após a confirmação da permanência de Riva Carli no comando do time, o treinador espera acertar o planejamento para a próxima temporada. “Não podemos mais cometer o mesmo erro do primeiro semestre.” Para ele, o clube se atrapalhou com o planejamento para a Copa Sul-Minas e Libertadores e por isso não conseguiu repetir o mesmo desempenho do Brasileirão.

Ao contrário do início do ano, desta vez a comissão técnica vai ter tempo para trabalhar bem o grupo. A intertemporada começa no dia 17 de junho e vai até o início da Copa dos Campeões, que começa no início do mês que vem.

Poucas mudanças deverão ocorrer no elenco para essas competições. A maior preocupação da diretoria é conseguir a permanência do zagueiro Gustavo e do meia Adriano. Os dois têm contratos vencendo no final do mês e estão valorizados pelos últimos títulos. A situação mais difícil é do meia, que ainda tem vínculo federativo com o Olympique de Marselha. Mas, os dirigentes acreditam na possibilidade de renovação.

De saída, podem estar o goleiro Adriano Basso, os volantes Flávio Luís e Leonardo e o ala-direito Luisinho Netto. Os três primeiros não devem ter seus contratos renovados e o último tem propostas do Internacional e do futebol português. Em contrapartida, deve chegar já para a intertemporada o meia Tucho, do América Mineiro. O clube tem preferência de comprar até o dia 14 de julho e deverá efetuar o depósito para contar com o atleta para a Copa dos Campeões.