A diretoria do Atlético finalmente respondeu à necessidade de contratações e confirmou ontem o acerto com o meio-campista Branquinho, 27 anos, um dos destaques do Santo André durante a conquista do vice-campeonato paulista.

O jogador desembarca hoje no CT do Caju para realizar exames médicos, conhecer a estrutura do clube e seus novos companheiros. Depois, vai à Arena para assinar contrato e ser apresentado oficialmente como jogador atleticano.

O contrato que Wellington Clayton Gonçalves dos Santos – o nome de Branquinho -assinou com o Atlético é de três anos. Após as apresentações de hoje, ele retorna a São Paulo para resolver problemas e se reapresenta definitivamente na segunda-feira.

Para estrear no Brasileiro, o nome do atleta precisa constar no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, o que deve acontecer no decorrer da próxima semana.

A expectativa é de que Branquinho possa estrear contra o Atlético-MG, na 3.ª rodada. “Fico feliz de ter acertado com o Atlético. Estávamos negociando há algum tempo e, no fim, optei pela estrutura e pelo peso da camisa do clube”, comentou.

A contratação do meio-campista não foi fácil, segundo palavras do diretor de futebol Ocimar Bolicenho. O assédio de outros clubes, como Palmeiras e Vasco, quase levaram o atleta o jogador a vestir outra camisa. Para o dirigente, Branquinho não vem para compor elenco.

“Ele é um reforço. Isso pode ser comprovado pelas atuações que teve no Paulista e por tudo que demonstrou em uma equipe que foi à semifinal de uma competição difícil”, afirmou Bolicenho.

Atuando pelo Santo André, Branquinho chamou atenção pela movimentação, bom passe e gols – no Paulistão, ele marcou 7. Pela Série B, defendeu o Ramalhão em dois jogos e anotou um gol.

Apesar de todo o destaque pelo clube do ABC paulista, o Atlético será a primeira experiência do jogador na Série A. Anteriormente ele defendeu Rio Preto-SP, Botafogo de Ribeirão Preto-SP, Barueri-SP e Ceará-CE.