O principal reforço do Atlético para a continuidade do Brasileirão finalmente foi acertado. O atacante equatoriano Joffre Guerrón, 25 anos, confirmou as bases salariais com o clube paranaense e deverá ser oficializado hoje como jogador do Rubro-Negro.

O atacante, sensação da Copa Libertadores 2008 quando defendeu a LDU, do Equador, deve desembarcar no CT do Caju na próxima segunda-feira e traz consigo mais um atacante de área: o argentino Federico Nieto, 26 anos. Comenta-se que a negociação estava atrelada, já que os jogadores pertencem ao mesmo empresário.

Guerrón definiu ontem as condições financeiras do acerto e se dispôs a vir para Curitiba. O contrato do atacante deverá ter duração de três anos. Até mesmo o jornal ÁS, da Espanha, já coloca “Dinamita” no Furacão.

Porém, a contratação do equatoriano não foi fácil, principalmente pela concorrência de outros clubes da Itália e do México. Após deixar acertado com o Getafe-Espanha a aquisição de 80% dos direitos econômicos do atacante (os 20% restantes pertencem à LDU), o Atlético passou a negociar diretamente com o jogador e o empresário.

Foram dias de conversações, inclusive com o gerente de futebol do Furacão, Ocimar Bolicenho, viajando para Buenos Aires na semana passada, para apresentar a proposta rubro-negra.

Na noite de anteontem aconteceu a reunião entre Guerrón e seu empresário e ontem o acerto foi selado. A decisão do Atlético de compra do atleta junto ao Getafe foi determinante para a concretização do negócio.

Para a aquisição de 80% dos direitos de Guerrón, o Furacão deve desembolsar 1 milhão de euros (aproximadamente R$ 2,2 milhões), em valores parcelados. Essa deverá ser a maior transação de compra da história do Atlético e acontecerá com recursos próprios, sem a necessidade de empenhar 40% dos direitos do atacante Marcelo junto à empresa Traffic, para arrecadar dinheiro.