No Campeonato Espanhol, é comum que uma mesma rodada tenha dois confrontos entre times de duas cidades. No sábado, Real Madrid e Valencia jogaram na capital e empataram por 2 a 2. Neste domingo, Atlético de Madrid e Levante se enfrentaram em Valência e também ficaram no 2 a 2. Faltando duas rodadas para o fim do torneio, a combinação de resultados foi melhor para o Atlético.

Afinal, a equipe do técnico Diego Simeone manteve em quatro pontos a vantagem que tem sobre o Valência na briga pelo terceiro lugar do Espanhol, que vale uma vaga direta na fase de grupos da Liga dos Campeões. O quarto colocado tem que jogar uma fase preliminar da Liga, participando de uma rodada de playoff.

O Atlético, entretanto, queria muito a vitória sobre o Levante. Afinal, no domingo que vem recebe o Barcelona no Vicente Calderón em jogo que dará o título aos catalães em caso de vitória. O Barça tem 90 pontos, contra 86 do Real Madrid, 77 do Atlético e 73 do Valencia. O Sevilla, com 69, visita o Celta ainda neste domingo.

Neste domingo, no Estádio Cidade de Valência, o Levante saiu na frente. Aos 32 minutos, Miranda falhou ao tentar um corte pelo alto e deixou a bola com Iván, que cruzou para David Barral marcar embaixo da trave.

O lateral brasileiro Guilherme Siqueira apareceu como centroavante e empatou o jogo três minutos depois, após duas falhas da zaga. Na segunda etapa, Uche contou com a sorte para voltar a colocar o Levante na frente. O atacante chutou em cima do goleiro Oblak, mas a bola voltou no joelho dele.

O Atlético queria muito o empate e conseguiu faltando 10 minutos para o fim. Fernando Torres, que havia saído do banco de reservas, subiu alto para completar de cabeça o cruzamento de Koke.