O Atlético de Madrid surpreendeu nesta sexta-feira e desbancou a favorita Inter de Milão na decisão da Supercopa da Europa, que reúne os campeões das duas principais competições do continente: a Liga dos Campeões e a Liga Europa. Jogando no Stade Louis II, em Mônaco, o time espanhol venceu por 2 a 0 e estreou com título na temporada europeia.

O Atlético, que contou com o uruguaio Diego Forlán, faturou o troféu pela primeira vez, enquanto a Inter amargou sua primeira derrota na temporada. No final de semana passado, o ex-time de José Mourinho conquistara a Supercopa da Itália, ao vencer a Roma. A equipe italiana contou com os brasileiros Julio Cesar, Maicon, Lúcio e Philippe Coutinho (que entrou no segundo tempo), além do holandês Sneijder, um dos destaques da Copa do Mundo.

O elenco estrelado, contudo, não foi suficiente para superar o Atlético. Com uma postura defensiva, a Inter pouco produziu no primeiro tempo. E também deu poucas chances para o adversário. Eto’o, pelo time italiano, e Aguero, tiveram as melhores oportunidades de gol antes do intervalo.

A partida só melhorou de qualidade no segundo tempo. As duas equipes mostraram maior iniciativa no ataque, com ligeira vantagem do Atlético. Aos 17 minutos, Reyes fez tabela com Aguero, invadiu a área e finalizou no canto de Julio Cesar.

O gol obrigou o técnico Rafa Benitez a mexer na Inter. Pandev entrou na vaga de Stankovic e deu maior movimentação ao ataque. No entanto, foram os espanhóis que balançaram as redes. Em contra-ataque, Simão escapou pela lateral e cruzou para Aguero ampliar a vantagem do Atlético, aos 38 minutos.

O segundo gol praticamente definiu a vitória da equipe espanhola. A Inter tentou esboçar uma reação para, pelo menos, reduzir o placar. Mas falhou em sua melhor chance. Aos 44 minutos, Milito desperdiçou um pênalti, sofrido por Pandev. O atacante argentino parou nas mãos do goleiro De Gea, que fez bela defesa e assegurou o triunfo do Atlético.