Depois de um longo e tenebroso inverno, o Atlético conseguiu vencer seu primeiro jogo pelo Campeonato Brasileiro. O time não fez uma exibição de gala, mas isso não foi suficiente para tirar a alegria do torcedor rubro-negro, que não via seu clube vencer há três meses. A vitória alivia um pouco mais o clima no CT do Caju, mas a vitória ainda deixa o Atlético na lanterninha da competição.

O frio e a péssima campanha afastaram um pouco o público nesta noite. Pouco mais de 13 mil pessoas presenciaram a partida. Mas quem foi não deixou de incentivar o time a todo instante. Aliás, não fosse o incentivo das arquibancadas, o resultado poderia ser outro. O início do jogo foi bem ruim, com as duas equipes criando quase nada e maltratando a bola. O Botafogo tinha posse de bola, mas não transformava isso em oportunidades. O Atlético, por sua vez, vivia de jogadas isoladas, principalmente Madson.

Quando o primeiro tempo caminhava para um monótono 0 a 0, brilhou a estrela do atacante uruguaio Santiago García. Aos 39 minutos, após um bom cruzamento de Kléberson, o centroavante girou pra cima da marcação e mandou uma bomba indefensável para o goleiro Jefferson. O gol incendiou a partida e em um rápido contra-golpe, García saiu em disparada, invadiu a área e chutou. A bola carimbou o travessão e foi pra fora. Mesmo com a pressão, o resultado do primeiro tempo terminou mesmo em 1 a 0 para o Atlético.

Coroação de El Morro e susto alvinegro

O retorno do intervalo não fez muito bem ao time paranaense. A equipe começou a dar muito espaço para o Botafogo, que foi gostando do jogo e levando perigo ao gol de Renan Rocha. Em uma destas jogadas, Alexandre Oliveira subiu sozinho e carimbou o travessão atleticano.

Mas como diz aquela máxima “justiça no futebol é bola na rede”, o Atlético chegou ao segundo tento. Marcinho levantou a bola na área e El Morro, aproveitando o vacilo de Jefferson, que saiu catando borboleta, ampliou o marcador. O gol saiu em um momento importante do jogo, pois o Atlético estava todo recuado. A sorte, que não esteve presente em outros jogos, resolveu sorrir para o time, pois o Botafogo perdeu chances incríveis.

Já no apagar das luzes, Alex descontou para o Botafogo, ao fazer fila por toda a zaga rubro-negra. Mesmo sem ser brilhante, a torcida atleticana vai dormir mais feliz e os jogadores aliviaram um pouco o peso da campanha ruim que a equipe vem fazendo.