Encostados nos times principais, alguns jogadores se tornaram os principais destaques de Atlético e Coritiba na disputa do Campeonato Brasileiro de Aspirantes, competição organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), para clubes utilizarem atletas que não estão sendo aproveitados pelas suas equipes principais.

Na estreia, o Furacão empatou em 2×2 com o Santos graças a dois desses renegados. O meuia Giovanny e o atacante Ribamar marcaram os gols da partida. Já o Coxa venceu o América-MG por 2×0 com uma escalação com velhos conhecidos do torcedor.

Confira alguns nomes que já passaram pelo futebol profissional da dupla Atletiba e que estão à disposição do time alternativo nos Aspirantes:

Atlético

Diego

O lateral-direito de 22 anos foi um dos destaques do Estadual e chamou a atenção pela chegada ao ataque. Porém, não teve nenhuma chance com Fernando Diniz na equipe na principal, já que o técnico prefere improvisar na ala direita.

Matheus Anjos

No início do ano, o meia armador fez parte do grupo que atuou no Estadual, mas também treinava com o elenco principal. Só que o prata da casa teve somente 23 minutos para jogar com Fernando Diniz, quando entrou no segundo tempo na derrota para o Cruzeiro.

Ribamar marcou um dos gols do Atlético na estreia no Brasileiro de Aspirantes. Foto: Daniel Caron
Ribamar marcou um dos gols do Atlético na estreia no Brasileiro de Aspirantes. Foto: Daniel Caron

Ribamar

Titular com Diniz no começo da temporada, Ribamar não aproveitou as chances que teve em oito partidas. Sem balançar as redes, o atacante de 21 anos foi rebaixado ao time que disputa o Brasileirão de aspirantes. Marcou um gol na estreia, no empate diante do Santos.

Giovanny

Visto como joia da base, o atacante de 20 anos ainda não deslanchou. Iniciou o Paranaense como titular, mas perdeu a vaga na reta final. Com passagens pela seleção brasileira sub-20, Giovanny não entrou em campo e sequer foi relacionado por Fernando Diniz. Marcou um gol no empate contra o Santos na estreia do Brasileirão de Aspirantes.

Coritiba

Marcos Moser

Marcos Moser fez 12 jogos no início do ano e teve sequência como titular com o técnico Sandro Forner. Mas a avaliação do clube foi de que a lateral-direita precisava de reforços. Chegaram Leandro Silva e Carlos César e o jovem de 20 anos perdeu espaço no elenco.

Léo Andrade

Léo Andrade teve experiência semelhante à de Moser. O lateral-esquerdo/zagueiro de 20 anos entrou no time no decorrer do Estadual, fez dez partidas com Sandro Forner e caiu no esquecimento com a chegada de Baptista. Perdeu espaço com as chegadas de Abner, Chiquinho e o retorno de William Matheus.

Evandro pouco jogou no time principal do Coritiba em 2018. Foto: Marcelo Andrade
Evandro pouco jogou no time principal do Coritiba em 2018. Foto: Marcelo Andrade

Henrique Gelain

Criado na base do Coxa, o lateral-esquerdo de 23 anos não jogou pelo time principal na temporada e está encostado no elenco há dois anos. No ano passado, ele entrou apenas duas vezes em campo. Chegou a ser emprestado para Náutico e Paraná Clube e agora atua na equipe de aspirantes.

Evandro

Conhecido pelos gols no minutos finais, o atacante de 21 anos fez oito jogos em 2018. Marcou uma vez aos 47 do segundo tempo no Estadual e depois nunca mais. Iniciou o Brasileirão de Aspirantes no banco de reservas.