Foto: Valquir Aureliano

Mesmo pendurado, zagueiro Antônio Carlos vai para o jogo: Ney Franco nem cogitou poupar titulares.

Se diretoria e torcida do Coritiba já estão pensando no clássico Atletiba – marcado para o próximo final de semana – e analisando o que a torcida rubro-negra poderá levar ao Estádio Couto Pereira para inibir o incentivo à sua equipe, o Atlético está mais preocupado com o jogo de hoje, quando faz sua estréia na Arena da Baixada e enfrenta o Engenheiro Beltrão, atual líder do campeonato. Comissão técnica e jogadores são unânimes em dizer que pensar no rival antes de enfrentar o time do interior é demonstrar desrespeito ao adversário e isso é tudo o que não é pregado no Furacão. ?Acho que será campeão estadual o time que trabalhou forte, respeitou a competição e o adversário?, já havia dito Ney Franco, em matéria publicada ontem pelo Paraná-Online. Para o capitão Claiton falar do Coritiba antes do confronto de hoje não é recomendável, pois o Furacão quer entrar focado na partida, fazer um boa estréia diante da torcida e sair com mais três pontos e a liderança do Estadual.

O respeito pregado pela comissão técnica reflete na escalação do time. Ontem foi cogitada a possibilidade de Franco poupar alguns jogadores para que o Atlético não corresse o risco de perder titulares para o clássico, principalmente o zagueiro Antônio Carlos que está pendurado com dois cartões amarelos. Porém, o treinador desmentiu essa informação. ?Não tem nada disso. O Atlético vai com força máxima e não pretendo poupar ninguém. O Antônio Carlos é experiente o suficiente para saber administrar a situação?, afirmou o técnico.

A única ausência no time será do zagueiro Rhodolfo. O jogador teve um entorse no tornozelo direito e não treinou na 2.ª-feira. Ontem ele passou por uma reavaliação médica e não foi liberado para o jogo, permanecendo em tratamento. O seu substituto deve ser Alex Fraga, caso o treinador opte pela permanência no esquema com três zagueiros. Se alterar para o 4-4-2, o volante Alan Bahia poderá ganhar mais uma chance. Nas demais posições nada de mudanças.

Franco disse estar surpreso com o rendimento de sua equipe nesses primeiros jogos e enalteceu o trabalho desenvolvido pelo setor de fisiologia e de preparação física. Para ele, o grupo não alcançou ainda 60% da parte física, mas está sabendo se portar bem dentro de campo. ?O desempenho está satisfatório. A preparação física surpreende, mas no plano tático ainda temos muito a evoluir?, explicou Franco dizendo que essa progressão virá somente com os treinamentos.

A última vez que Atlético e Engenheiro Beltrão se enfrentaram foi em 25 de fevereiro de 2007. A partida aconteceu na Arena e o Furacão passou por cima do adversário, aplicando 4 a 1. O ídolo Alex Mineiro marcou três vezes e Michel completou a goleada. Eurico descontou no final do jogo.

Campeonato Paranaense

1.ª fase – 3.ª rodada

Atlético x Engenheiro Beltrão

Atlético

Vinícius, Rhodolfo (Alex Fraga), Antônio Carlos e Danilo; Jancarlos, Valencia, Claiton, Netinho e Michel; Ferreira e Rodrigão.

Técnico: Ney Franco

Engenheiro Beltrão

Pontelli; Gustavo, Marcelo, Danilo e Neguetti; Carlinhos, Eurico, Diego e Safira; Tiaguinho e Elton.

Técnico: Claudemir Sturion

Súmula

Local: Joaquim Américo

Horário: 20h10

Árbitro: Geraldo Borghezan

Assistentes: Alberto Inácio da Silva e Vanderson de Almeida

Petraglia promete fechar anel inferior

Arte: Edgar Larsen

Projeção da Arena com o primeiro anel completo e capacidade para 30 mil pessoas: diretoria anuncia novidades sobre o início das obras no mês que vem.

Em breve a Arena deverá ser ampliada, ter o primeiro anel de cadeiras totalmente finalizado e a capacidade ampliada para 30 mil lugares. A informação foi repassada pelo presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia, durante o lançamento do pacote Sócio Furacão, na noite de 2.ª-feira. ?Logo iniciaremos as obras para a conclusão do primeiro lance das arquibancadas, o que representa a ampliação em quatro mil lugares. A Arena alcançará a capacidade de 30 mil lugares?, afirmou Petraglia.

O presidente não quis adiantar datas e nem cronograma para o início do trabalho de ampliação do estádio. Porém, informou o Paraná-Online que ?novidades em relação as obras serão repassadas ao torcedor a partir de fevereiro?.

A declaração de Petraglia cria a expectativa de que até o término do próximo mês os atleticanos possam ver um dos seus maiores sonhos começar a ganhar forma. Com a finalização do primeiro anel na reta oposta à Getúlio Vargas, a estrutura base da Arena ficará completa. E a velha provocação dos rivais sobre o meio-estádio chegaria ao fim.

Com o término do andar inferior também será possível vislumbrar como ficará a Arena quando concretizada, quem sabe, para abrigar alguns jogos da Copa de 2014.

Por falar em Copa do Mundo, a CBF enviou um comunicado ao governo do Paraná em resposta ao pedido de audiência entre as partes para tratar do assunto Curitiba como uma das sedes para a Copa 2014. Segundo a CBF, o presidente da entidade, Ricardo Teixeira, está em viagem pelo exterior, participando de reuniões da FIFA, compromissos já agendados anteriormente. Teixeira deve retornar ao Brasil somente em 12 de fevereiro.

Sócio Furacão começa com pane digital

Nem tudo saiu como o planejado para o torcedor rubro-negro adquirir os novos pacotes do Sócio Furacão. Problemas no sistema de informática impediram a efetivação da compra, porém os interessados foram atendidos normalmente pelos funcionários do clube. O diretor do departamento de marketing, Mauro Holzmann, acredita que os problemas serão sanados até a manhã de hoje. As vendas pelai nternet (www.sociofuracao.com) foram adiadas e devem ser iniciadas amanhã.

Como o Atlético montou uma grande estrutura para atender os futuros associados mais de 40 pessoas estão envolvidas na venda dos pacotes nas duas lojas -, todos que compareceram na Arena realizaram o pré-cadastro e receberam uma senha para retornar posteriormente e regularizar a situação. Apesar do imprevisto, Holzmann destacou que a diretoria ficou contente com a resposta dada pelo público atleticano ao lançamento do pacote. Antes do final da tarde mais de 500 pessoas já haviam procurado o espaço Sócio Furacão.

Os 3.500 associados antigos não precisam se preocupar, pois seus lugares já estão reservados na Arena.

Mesmo em 1.º, Engenheiro assume condição de zebra

Foto: Orivaldo Dorta

Claudemir Sturion: surpresa.

O Engenheiro Beltrão vive um momento especial no campeonato. Foram duas vitórias em dois jogos e o time é o atual líder do campeonato à frente das três forças do Estado – Atlético, Coritiba e Paraná. No entanto, todo esse entusiasmo é minimizado pelo presidente do clube Luiz Linhares. ?Não dá pra empolgar, não?, afirmou. Para o dirigente, o Furacão é favorito para o jogo por sua história e estrutura. Mas Linhares não descarta a possibilidade de pelo menos conquistar um empate. ?Conseguir um ponto fora de casa e não deixar o adversário somar outros dois é uma situação que não dá pra se descartar O importante nessa fase é somar pontos em busca da classificação?, explicou. O técnico Claudemir Sturion também já avisou que o Engenheiro Beltrão não vai a Curitiba para ver o Atlético jogar.

A equipe do interior possui o melhor ataque do campeonato com seis gols e a melhor defesa (1 gol). O artilheiro da competição também pertence ao Beltrão. Tiaguinho marcou três gols na rodada inicial do campeonato, na vitoria de 4 a 1 contra o Paranavaí. Além do bom ataque formado por Tiaguinho e Elton, dois outros jogadores também merecem destaque na equipe: o meia Safira e o lateral-direito Danilo Gustavo.