O Couto Pereira será, neste domingo, mais uma vez palco de uma finalíssima do Campeonato Paranaense, envolvendo Coritiba e Atlético. No retrospecto recente, a casa coxa-branca deixa o Rubro-Negro em desvantagem. Há 23 anos o Furacão não dá a volta olímpica na casa do rival. Isso não ocorre desde 1990, no clássico em que o zagueiro Berg, pelo Alviverde, e o atacante Dirceu, pelo Atlético, entraram para a história.

Naquele ano, o Rubro-Negro conseguiu desbancar o Coritiba graças à boa campanha que realizou na primeira fase do Estadual, quando chegou à decisão jogando por dois resultados iguais. Depois do empate por 1 x 1 na primeira partida, o Atlético, no Couto Pereira, tomou a virada do Coritiba, mas no final do 2.º tempo Berg, depois de uma cobrança de lateral, tentou cortar e mandou contra o patrimônio, garantindo o título atleticano.

Outra conquista rubro-negra dentro do Couto Pereira, em Atletiba válido pelo Campeonato Paranaense, aconteceu em 1983. Com os dois jogos decisivos marcados para o Couto Pereira, o Atlético saiu na frente e venceu a primeira partida da final por 1 x 0, com gol anotado por Joel. No jogo de volta, com mais de 40 mil pessoas no Alto da Glória, o Furacão jogou com o regulamento: empatou por 1 x 1 e conquistou seu primeiro título estadual no território do rival.

Na década de 1970, o Couto Pereira foi palco de duas finalíssimas de Campeonato Paranaense – desta vez, com o Coritiba levantando o caneco. Em 1972, os dois jogos finais foram realizados no Alto da Glória. Depois da vitória por 1 x 0, na primeira partida, o empate sem gols na volta bastou para o Coxa ser campeão estadual. Já em 1978, a disputa foi mais equilibrada. Depois de três jogos terminarem empatados por 0 x 0 – todos no Couto Pereira -, o título foi decidido nos pênaltis. Foi aí que brilhou a estrela do goleiro coxa-branca Manga, que defendeu três cobranças e deu ao Alviverde mais um título estadual.

Por fim, em 2010 e em 2012, mais duas decisões do Estadual, envolvendo Atlético e Coritiba terminaram no Couto Pereira. Todas vencidas pelo Coxa.