O goleiro Victor brilhou e garantiu o empate sem gols do Grêmio com o Atlético Goianiense, neste sábado, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, na partida de estreia das duas equipes no Campeonato Brasileiro. Mesmo à espera da semifinal da Copa do Brasil, e desfalcadas de seus melhores jogadores, os times jogaram em velocidade, mas falharam nas finalizações.

No primeiro tempo, o clube rubro-negro perdeu boas chances de marcar com Ayrton, logo aos cinco minutos, e com Marcão, aos 32. No melhor lance do ataque gremista, Edílson acertou a trave. No rebote da bola, Bergson chutou pra fora.

Na segunda etapa, o jogo mudou. As duas equipes fecharam os flancos, enquanto ousavam no ataque. No melhor lance gremista, aos 9 minutos, Hugo bateu forte e encobriu o goleiro Édson, mas a bola acertou a trave.

Para sair da pressão, Geninho mudou o Atlético. Entrou Keninha no ataque e Robston no meio de campo, dando velocidade ao time goiano. Isso fez com que o goleiro Victor virasse o herói gremista. Aos 33 minutos, mandou para escanteio o chute certeiro e no canto de Ayrton. Aos 35, pegou firme o chute de fora da área de Keninha. E ainda salvou o time tricolor gaúcho da derrota, aos 36, na batida rasteira de Marcão.

A atuação do goleiro chamou atenção de todos em campo. “O Victor é um ótimo goleiro, é mesmo goleiro de seleção”, disse o volante Ramalho, do Atlético, logo após o apito final.

Para Victor, porém, sua atuação tem muito a ver com uma expectativa que nutre – entrar para a lista de convocados da seleção brasileira, a ser divulgada por Dunga na próxima terça-feira. “É difícil segurar uma equipe de bons jogadores, num campo grande como o do Serra Dourada. Felizmente eu estava numa noite inspirada. Foi atuação de goleiro de seleção e espero que o Dunga tenha visto o jogo”, disse.

Agora, na próxima rodada, o Atlético enfrenta o Fluminense, no Maracanã, no próximo sábado. Já o Grêmio recebe o Corinthians, no domingo, no estádio Olímpico, em Porto Alegre.

Ficha técnica

Atlético-GO 0 x 0 Grêmio

Atlético-GO – Édson; Ayrton, Gilson, Welton Felipe e Chiquinho; Agenor, Ramalho, Pituca (Keninha) e Elias (Robston); Juninho (Rodrigo Tiuí) e Marcão. Técnico: Geninho.

Grêmio – Victor; Edilson, Ozeia, Rodrigo e Neuton (Bruno); William Magrão, Adílson, Mithyuê (Roberson) e Hugo (Fábio Hockenback); Mailson e Bergson. Técnico: Silas.

Cartões amarelos – Marcão e Pituca (Atlético-GO); Mailson e William Magrão (Grêmio).

Cartão vermelho – Ozeia (Grêmio).

Árbitro: Salvio Spínola Fagundes Filho (Fifa-SP).

Renda – R$ 94.620,00.

Público – 5.647 pagantes.

Local – Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).