O time do Atlético-GO obteve nesta quarta-feira a sua quinta vitória consecutiva, ao bater o Coritiba, por 3 a 1, no Serra Dourada, pela 20ª rodada do Brasileirão. Com a ótima sequência, o time goiano já chega a 28 pontos, na oitava posição. Os paranaenses, com 26, estão em 12.º.

No jogo, apesar da boa fase, o time de Hélio dos Anjos tomou um susto no primeiro tempo, e demorou a reagir. O susto veio pelo cerco e domínio dos paranaenses, com velozes e eficientes ataques. Mas o Coritiba parou no travessão. Aos 19 minutos, com William, e aos 21, com Marco Aurélio.

Assustado, o Atlético acordou aos 23 minutos, na jogada com Juninho, que achou brecha entre os zagueiros, bateu no canto e Edson Bastos defendeu.

Aos 34 minutos, Rafael Cruz avançou, entrou na área com a bola dominada e foi derrubado por Pereira. O goleiro Márcio cobrou a penalidade, bateu rasteiro e fez 1 a 0.

No segundo tempo, o Coritiba parecia não se abalar. Nem pelo clima, no dia mais seco (19%) e quente (37,5º) desde 1937 em Goiânia, nem pelo risco dos contra-ataques. A equipe de Marcelo Oliveira buscou o empate, mas voltou a falhar no arremate.

Para complicar a noite ruim para os curitibanos, o time da casa ampliou para 2 a 0, aos 18 minutos. No lance, Vitor Júnior cobrou escanteio, o goleiro e a zaga falharam, e o volante Agenor fez seu primeiro gol na competição.

Aos 40 minutos, Bill descontou, desviando de cabeça a cobrança de falta de Léo Gago.

Mas Anselmo garantiu a vitória. Aos 49 minutos ele fez 3 a 1, driblando o goleiro e mandando para o fundo das redes.

FICHA TÉCNICA:

Atlético-GO 3 x 1 Coritiba

Atlético-GO – Márcio; Rafael Cruz, Gilson, Leonardo e Thiago Feltri (Adriano); Agenor, Pituca, Bida e Victor Júnior (Joilson); Anselmo e Juninho (Diogo Campos). Técnico: Hélio dos Anjos.

Coritiba – Edson Bastos; Jonas, Pereira, Emerson e Lucas Mendes (Maranhão); William (Anderson Aquino), Léo Gago, Geraldo e Rafinha; Marcos Aurélio (Everton Ribeiro) e Bill.

Técnico: Marcelo Oliveira.

Gols – Márcio (pênalti), aos 34 minutos do primeiro tempo; Agenor, aos 18, Anderson Aquino, aos 40, e Anselmo, aos 49 minutos do segundo tempo.

Árbitro – Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).

Cartões Amarelos – Rafael Cruz, Pituca, Leonardo, William e Lucas Mendes

Renda – R$ 49.945,00.

Público – 3.146 pagantes.

Local – Estádio Serra Dourada, em Goiânia.