O centroavante atleticano Lê sofreu
com a marcação do ex-paranista
André Dias e acabou substituído.

Não foi o dia da reabilitação. Jogando em casa, o Atlético não conseguiu passar pelo Paysandu e ficou no 1 a 1 na partida de ontem, pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro desperdiçou as poucas chances que criou e acabou cedendo o empate para o Papão.

O Paysandu não se intimidou e foi pra cima do Rubro-Negro, deixando espaços na defesa para o contra-ataque atleticano. Com um chute de fora da área de Alessandro, aos 3 minutos, o Furacão criou a primeira chance. Logo em seguida, Ígor salvou o Atlético. Pela direita, Wélber invadiu a área e cruzou para Zé Augusto, mas o zagueiro conseguiu tirar o perigo.

Depois da correria do ínicio do jogo, as equipes se voltaram para a marcação, esquecendo das ações ofensivas. Uma vez ou outra, uma oportunidade aparecia. Aos 24 minutos, Luciano Santos arriscou de fora da área, mas o goleiro Ronaldo não teve trabalho. Diego também não teve com o que se preocupar. O Rubro-Negro ainda tentou marcar no final da primeira etapa. Aos 40 minutos, em uma cobrança de falta de Jádson, o goleiro Ronaldo salvou o gol. Depois de passar pelos atacantes, a bola bateu no gramado e o goleiro acabou defendendo com o queixo. Mas não teve como Ronaldo defender a segunda chance, e Jádson abriu o placar aos 45 minutos. Depois de um contra-ataque, Lê tocou para o meia atleticano balançar as redes.

E o Rubro-Negro voltou melhor para o segundo tempo. Nos primeiros minutos, Ricardinho invadiu a àrea, driblou o zagueiro, e bateu por cima do travessão. Mesmo com a pressão, o time paraense se arriscava no ataque, buscando o empate. E o Paysandu conseguiu igualar o placar aos 14 minutos. Em um rápido contra-ataque, Zé Augusto recebeu de Jóbson e chutou forte, não dando chance para Diego defender. Ao mesmo tempo que buscava a vitória, o Rubro-Negro não podia descuidar da defesa. E os erros prejudicavam as finalizações. Depois de uma falha do zagueiro aos 25 minutos, Lê teve a chance de marcar o segundo, mas chutou para fora. O Rubro-Negro comandava a partida, mas faltava criatividade para o meio-de-campo. Vadão ainda tentou levar o Atlético pra frente, com a entrada de Lobatón e Nélio, mas os erros continuaram até o final. Outras partidas de ontem: Santos 2×1 Vasco e Goiás 1×1 Atlético-MG.

Campeonato Brasileiro
22ª rodada – 1º turno
Atlético 1×1 Paysandu

Atlético: Diego; Alessandro, Capone (Juliano), Ígor e Ivan; Leomar, Luciano Santos (Nélio), Rodriguinho e Jádson; Ricardinho e Lê (Lobatón). Técnico: Osvaldo Alvarez.

Paysandu: Ronaldo; Wellington, André Dias, Lima e Luiz Fernando; Rogerinho, Vanderson, Jóbson (Lêcheva) e Vélber; Magnum (Alexandre) e Zé Augusto (Cristiano). Técnico: Ivo Wortmann.

Súmula
Local: Joaquim Américo
Árbitro: Paulo Henrique de Godói Bezerra (SC)
Assistentes: Alcides Zawaski Pazetto (SC) e Wayran da Silva Rosa (SC)
Cartões amarelos: Rogerinho, Jóbson, Lima e Vélber (Pay); Luciano Santos e Ricardinho (CAP)
Cartões vermelhos: Rodriguinho (CAP)
Gols: Jádson (aos 45? do 1º); Zé Augusto (aos 14? do 2º)