Os últimos resultados desfavoráveis ao Atlético não alteraram o planejamento da comissão técnica e tampouco mudaram a titularidade na equipe. De acordo com o técnico Geninho, os tropeços diante do Cianorte (Estadual) e Dallas (amistoso internacional) ocorreram no momento que a equipe podia se dar ao luxo de conviver com derrotas e, principalmente, por influência direta da arbitragem que anulou gols legítimos nos dois jogos.

“Acho que os resultados não abalaram o grupo. Agora os erros apresentados, tanto em vitórias quanto em derrotas, você vai analisando e tentando corrigir”, complementou o treinador.

Para enfrentar o Paranavaí, no noroeste do Estado, o Atlético enviará força máxima, nada de equipe mista. Isso porque o clube quer assegurar definitivamente o 1.º lugar na fase classificatória e obter a bonificação (2 pontos) para a etapa seguinte do campeonato.

Dependendo de como transcorrer a partida contra o ACP, o time da Baixada poderá realizar a “operação limpeza”, para que os jogadores pendurados (Chico, Valencia, Zé Antônio, Júlio César e Márcio Azevedo) forcem o terceiro cartão amarelo para cumprir suspensão na última rodada e iniciar a próxima fase zerados.

Time

Marcinho, que hoje completa 28 anos, recebeu como presente a notícia que está cortado da delegação que viaja ao interior do estado. Desde o retorno dos Estados Unidos, o meia-atacante está tratando as dores que sente na planta do pé esquerdo e, para que o problema não se agrave, a comissão técnica achou melhor poupá-lo.

Assim, o paraguaio Julio dos Santos deve ganhar mais uma chance na equipe titular. Também estão na briga pela posição Gabriel Pimba e Netinho, que retornaria a sua posição original.

Um dos atletas com presença garantida em Paranavaí é o zagueiro Rhodolfo. Após cumprir suspensão devido à expulsão contra o Londrina, o defensor completa o trio de zaga ao lado de Antônio Carlos e Chico.

Em relação à equipe que perdeu o amistoso para o Dallas, a novidade será o retorno do colombiano Valencia ao meio-campo, que está recuperado das dores musculares que o impediram de viajar para o Texas.  A delegação rubro-negra viaja hoje às 18h30, de ônibus, para Paranavaí.