Nada de especial. Frente ao limitado Paranavaí, o rubro-negro fez uma partida mediana, mas mandou no jogo e derrotou a equipe do interior por 2 a 0. No entanto, a entrada do paraguaio Julio dos Santos pode ser um sinal de esperança para o torcedor atleticano. O meia entrou bem, fez boas jogadas e teve a felicidade de marcar um gol.

A entrada de Wesley também foi interessante. O atacante movimentou a bola e deu opções no setor ofensivo, mas ainda precisa de um sequência para mostrar a que veio. Jogando como atacante, foi recuado após a substituição de Marcinho, ocupando um lugar no meio campo.

Aos 24 minutos, Julio dos Santos recebeu na área e, com muita tranquilidade, bateu cruzado no canto esquerdo baixo para anotar o primeiro gol da partida. Sete minutos depois, em escanteio, instaurou-se uma verdadeira confusão na área e Chico empurrou a bola pra dentro do jeito que deu. A bola ainda bateu em João Marcelo, do ACP, mas o juiz marcou gol para o zagueiro atleticano.

O segundo tempo foi morno, com algumas jogadas perigosas. Obviamente, o Atlético estava um pouco acomodado no jogo. Julio dos Santos mostrou bom futebol, mas em muitas vezes o ataque parecia não conseguir trabalhar a bola. Nem entrada de Lima no lugar de Marcinho resolveu a questão.

O Furacão poderia golear o Paranavaí, mas o técnico Flávio Mendes, inteligentemente, adiantou seus jogadores, fazendo com que os volantes do time da casa não pudessem sair à vontade.

Geninho ainda lançou o jogador revelação da Copa São Paulo, Fransergio, para o jogo. O garoto demonstrou personalidade e foi para o ataque. Mais uma esperança rubro-negra e fim de jogo. Três pontos garantidos. Continua a corrida.

Próxima rodada

Com vitória, o Atlético fica em terceiro lugar na tabela de classificação do Campeonato Paranaense, com cinco pontos. O próximo desafio será o Iraty, às 18h30, de domingo (5).

Já o Paranavaí enfrenta o Paraná Clube na terça-feira (8), às 20h30. A equipe do Noroeste do Estado ainda não venceu nenhuma partida na segunda fase do Estadual.