Apesar dos muitos desfalques e dos erros em campo, o Atlético Mineiro conseguiu vencer o Botafogo por 1 a 0, neste domingo, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 19.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Leonardo Silva fez o gol da vitória no segundo tempo, quando os cariocas passaram a jogar com um a menos, após a expulsão de Dankler.

Com o resultado, os mineiros chegaram aos 30 pontos, na sétima colocação, ficando a três do Corinthians, que abre o G4. O Botafogo, com 22, continua perigosamente próximo à zona de rebaixamento.

Em um início de jogo fraco tecnicamente, os dois times não conseguiam chegar ao ataque com perigo. As duas equipes congestionavam o meio de campo e os atacantes não recebiam a bola em condição de finalizar. Um pouco mais ofensivo, o Atlético tentava romper a defesa adversária, alçando bolas na área em direção a Jô. Mas os cariocas, fechados atrás, seguravam as investidas dos mineiros. Como resultado da falta de finalização, o empate sem gols perdurou até o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, logo aos 30 segundos, o lateral-direito Dankler fez falta dura em Carlos e, como já tinha cartão amarelo, foi expulso. O Botafogo, que já se posicionava mais atrás, com a inferioridade numérica fechou-se mais ainda na defesa.

O Atlético, por sua vez, passou a forçar mais o ataque, empurrado pelo torcedor. Os cariocas não suportaram a pressão. Aos 24 minutos, depois de escanteio cobrado da direita, o zagueiro Leonardo Silva apareceu, de cabeça, para fazer 1 a 0.

Pressionado e atrás no placar, o Botafogo foi obrigado a sair do campo de defesa. O time mineiro ganhou campo e passou a jogar nos contra-ataques. Porém, os erros persistiram, de ambas as partes, e o Atlético conseguiu os três pontos.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 x 0 BOTAFOGO

ATLÉTICO-MG – Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Edcarlos e Emerson Conceição; Rafael Carioca (Felipe Souto), Claudinei, Dátolo (Guilherme) e Luan (Dodô); Carlos e Jô. Técnico: Levir Culpi.

BOTAFOGO – Andrey; Dankler (Yuri)(Tanque Ferreira), Bolívar, André Bahia e Júnior César; Gabriel, Bolatti, Ramirez e Cevallos; Wallyson e Rogério. Técnico: Vagner Mancini.

GOL – Leonardo Silva, aos 24 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Emerson Conceição, Luan e Guilherme (Atlético-MG); Bolatti (Botafogo).

CARTÃO VERMELHO – Dankler (Botafogo).

ÁRBITRO – Flávio Rodrigues Guerra (SP).

RENDA – R$ 238.670,00.

PÚBLICO – 18.588 pagantes.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).