O técnico Roger Machado fechou os treinamentos e apostou no mistério para o importante duelo entre Atlético Mineiro e Santos nesta quarta-feira, às 19h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Certo apenas é que o zagueiro Gabriel, após sofrer um desgaste muscular e ser poupado no empate com o Botafogo, está melhor e iniciará o jogo. A má notícia foca por conta de Otero: recuperado de uma lesão no tornozelo, o meia venezuelano treinou normalmente, mas acabou não sendo relacionado.

“Pronto de novo. Foi só uma prevenção mesmo, que eu vinha de uma lesão muscular. Em sete dias joguei três jogos. Acharam melhor prevenir contra o Botafogo para não acontecer uma lesão ou risco maior, mas graças a Deus estou 100%”, explicou Gabriel.

Ao fechar o treino desta terça-feira, porém, Roger Machado colocou outras dúvidas sobre a escalação. Alguns atletas estão desgastados devido à cansativa sequência de jogos – o Atlético Mineiro disputa o Brasileirão, a Copa do Brasil e a Copa Libertadores – e podem ser poupados nesta quarta-feira.

Ainda assim, diante de um adversário direto na disputa pelas primeiras colocações, o Atlético Mineiro deve “forçar” seus atletas mais desgastados como Fábio Santos, Rafael Carioca e Robinho. A tendência, assim, é que Gabriel forme a zaga com Bremer, enquanto que Fred e Cazares, que entraram no decorrer do empate com o Botafogo, iniciem como titulares.

O Atlético Mineiro ocupa a nona posição do Brasileirão com 17 pontos, três a menos do que o Santos, o quarto colocado.